Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Vento faz avião arremeter quatro vezes durante tentativa de pouso em Santarém

Ninguém se machucou, mas o caso deixou passageiros em pânico, tripulação tensa e funcionários da empresa aérea apreensivos

Ândria Almeida

Uma aeronave da Gol que saiu de Belém com destino ao aeroporto Maestro Wilson Fonseca, em Santarém, passou por uma grande dificuldade para pousar na madrugada desta segunda-feira (18). O avião fez quatro tentativas de descer na pista, mas precisou arremeter, ou seja, interromper o pouso. A situação assustou os passageiros que estavam nas poltronas da aeronave. Sem conseguir pousar, o avião retornou para o aeroporto de Belém, onde abasteceu e seguiu viagem para Santarém.

Fortes ventos atrasaram em mais de quatro horas a chegada dos passageiros. O voo tinha como destino ao Aeroporto Maestro Wilson Fonseca e deveria ter duração de aproximadamente 1h20, mas após diversas tentativas de pouso, os passageiros passaram seis horas de muitas incertezas no avião.

VEJA MAIS

VÍDEO: Jovem é atropelado por avião enquanto se exercitava em pista de pouso Mesmo após ser atingido pela asa da aeronave, o rapaz, identificado com Anderson Silva, não teve ferimentos graves

O voo saiu de Belém em direção a Santarém às 0h30, próximo ao horário de chegada ao aeroporto de Santarém, por volta das 2 horas, após duas arremetidas o piloto comunicou os passageiros que não estava conseguindo pousar por conta do vento que estava muito forte, e que caso não conseguisse pela terceira vez, o avião retornaria para abastecer em Belém. Sem sucesso de pouso, o avião voltou para o aeroporto de Belém, onde abasteceu e seguiu viagem para Santarém.

Um passageiro, que pediu para não ser identificado, relatou os momentos vividos durante a madrugada dentro da aeronave: "Após quatro arremetidas, o avião não conseguiu pousar e retornou para Belém, abasteceu e voltou para Santarém. Chegamos no aeroporto Maestro Wilson Fonseca, pela segunda vez, às 4 horas da manhã, sem conseguir pousar, ficamos dando voltas. O piloto tentou pousar e sem sucesso deu a quarta arremetida no avião, ficamos dando voltas por cima da cidade até o dia amanhecer e finalmente conseguir pousar".

A tensão tomou conta dentro e fora da aeronave. O passageiro contou que, após o pouso, ficou sabendo que a equipe das companhias aéreas Gol e Azul se reuniram na pista para fazer orações para que nada acontecesse com o avião. "Algumas pessoas já estavam chorando, soube que as equipes do aeroporto se reuniram na pista para fazer uma oração. Nós estávamos tensos, mas não sabíamos que aqui fora estava assim", concluiu o passageiro.

Em nota, a Gol informou que o voo entre Belém e Santarém, G3 1854, sofreu atraso devido à meteorologia adversa. "A aeronave retornou a Belém para reabastecimento e seguiu novamente para Santarém quando teve confirmada melhorias climáticas para o pouso. A aeronave pousou em STM e decolou de volta na etapa G3 1669 STM/BEL/BSB com atraso de 3h35min", diz o texto. 

A empresa também lamentou os transtornos causados, especialmente os de perda de conexão para alguns clientes. "Todos receberam as devidas facilidades, como alimentação e orientação para novos voos. A Gol reforça que todos os procedimentos foram realizados com foco na Segurança, valor número 1 da Companhia."

Palavras-chave

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ