Ufra aprova o primeiro projeto de especialização em autismo do Brasil

A aprovação ocorreu no período em que se comemora a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla

O Liberal
fonte

​A Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) aprovou, nesta quinta-feira (25), a primeira especialização em Transtorno do Espectro do Autismo (Tea) junto à Rede Nacional de Formação de Professores. A aprovação ocorreu no período em que se comemora a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. A iniciativa surgiu durante a Reunião Técnica de Dirigentes de Educação Especial dos Estados e DF e da Reunião Técnica de Coordenadores das Instituições Federais de Ensino Superior que compõem a Rede Nacional de Formação Continuada de Profissionais da Educação (Renafor), que se reuniram em Brasília de terça (23) até esta quinta-feira (25) para discutir o tema.

A Rede é formada por mais de 25 universidades federais convidadas pelo Ministério da Educação (MEC) a promoverem cursos voltados à formação de professores em todo Brasil.​ ​A Ufra, através do Projeto Tea, coordenado pela professora Flávia Marçal, aprovou, desde 2018, formações na área da educação especial e inclusiva. Neste ano, garantiu de forma pioneira a primeira especialização em autismo do Brasil, totalmente financiada pelo Governo Federal.

Pela qualidade e inovação do projeto, a Ufra foi convidada com outras instituições a compor a Rede Nacional de Formação em Autismo apresentando seu projeto como referência no tema, não só para o Brasil, mas para outros países.

Para a professora Flávia Marçal, “a aprovação do projeto com liberação de recursos para a Ufra, assim como a utilização do projeto como referência nacional para outras universidades, comprova que a Amazônia é um celeiro para o mundo nas mais diversas áreas, desde a biotecnologia até as tecnologias sociais que desenvolvemos nos projetos e pesquisas no campo da inclusão e do autismo”.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Pará
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ