Segundo fim de semana de julho tem aumento de veranistas em Salinas, mas máscaras são ignoradas

Segup confirma movimento maior: visitantes voltaram a hotéis e residências e movimentaram praia com carros

Abílio Dantas e Igor Mota

Com sol a pino, a praia do Atalaia, em Salinas, teve grande movimentação neste domingo (12), de acordo comerciantes e a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Segup). Os veranistas voltaram aos hotéis e residências e movimentaram o trânsito de carros na praia, com aumento de consumo nas barracas e grande número de pessoas sem máscara nos arredores do local.

Vendedores aproveitam movimento das praias (Igor Mota / O Liberal)

Surpresa entre visitantes


De acordo com o órgão de segurança, o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) avalia o fim de semana como tranquilo, tanto na praia quanto no resto do município.

"Os números ainda estão sendo consolidados, mas o que podemos dizer é que aumentou o movimento em relação ao fim de semana, o que acompanha o que vem ocorrendo também na quarentena. Mas consideramos que o retorno tem sido cuidadoso, pois estamos contando com a compreensão das pessoas, que estão respeitando o distanciamento e nossas orientações", declarou o major Alexandre Abreu, da Segup, responsável pela fiscalização do CICC.

O centro reúne ainda as informações da Polícia Militar (PM), Polícia Civil, Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, Departamento de Trânsito (Detran), Corpo de Bombeiros e Defesa Civil.

Em sua primeira visita ao município de Salinas, o motorista Amarildo Silva ficou surpreso diante do comportamento da população na praia. "Quando eu cheguei aqui percebi que as pessoas não estão muito preocupadas com o uso de máscara, por exemplo. Parece até que aqui o vírus já passou", criticou.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM PARÁ