Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Município de Sapucaia receberá validação cartográfica do território

A validação é importante para o avanço da regularização fundiária urbana do município

O Liberal

Entre  28 de novembro e 1º de dezembro, o município Sapucaia - localizado aproximadamente a 750 km de Belém - receberá a validação da cartografia do território. O foco é construir uma planta de parcelamento do solo que reflita o ordenamento urbano ambientalmente sustentável e socialmente inclusivo de Sapucaia para superar as desigualdades sociais e garantir os direitos constitucionais para os moradores. 

A ação é uma atividade da parceria entre a Comissão de Regularização Fundiária da Universidade Federal do Pará (CRF-UFPA) e o Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR). Equipes interdisciplinares do Programa Morar, Conviver e Preservar a Amazônia (Rede Amazônia), com os membros do Grupo Estadual da Rede Amazônia no Estado do Pará (GTE-PA), integrantes da Equipe da Residência Multidisciplinar em Regularização Fundiária Urbana, atuam de forma integrada para realizar os estudos necessários na região.

Neste segundo semestre de 2021, membros da Rede da Amazônia em parceria com a Prefeitura de Sapucaia coletaram imagens da área que deve ser regularizada. O levantamento da cartografia do município foi realizado por meio da captação de imagens feitas por voos de drone e do RTK, tecnologias digitais que garantem a precisão das informações recolhidas durante o voo aprovado pelas autoridades federais brasileiras.

“Faremos a validação da cartografia e iremos a campo, juntamente com os membros do Grupo Municipal de Trabalho da Sapucaia (GTM-Sapucaia), para identificar os alinhamentos viários e dirimir as dúvidas quanto aos limites das edificações nas quadras e nos lotes. Estes cenários são dinâmicos e refletem as relações econômicas produtivas e os deslocamentos rurais para a área urbana. Isso exige novas políticas públicas para o uso e a ocupação do solo que superem as desigualdades locais”, destaca José Júlio Lima, professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Pará (FAU-UFPA) e integrante da Rede Amazônia.

Após conferir todas as informações necessárias, as equipes interdisciplinares da Rede Amazônia retornam para a sede da CRF-UFPA, em Belém. Em seguida, será construído, com a participação da comunidade, um pré-projeto de regularização fundiária urbana que será apresentado aos gestores públicos e à comunidade para dar continuidade aos trabalhos fundiários.
 
(Bruna Ribeiro, estagiária, sob supervisão de Jorge Ferreira, coordenador do Núcleo de Atualidades)

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ