Meningite: cobertura vacinal no Pará contra a doença é de apenas 42,45%

A meta é atingir 95% do público-alvo; Sespa segue incentivando a vacinação

Dilson Pimentel

A cobertura vacinal no Pará contra a meningite é de 42,45%. A informação foi dada, nesta quarta-feira (19), pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). A meta é atingir 95% do público-alvo. Por isso, a Secretaria informou que segue incentivando a vacinação e ratifica a importância da busca pelos postos de saúde, uma vez que o imunizante faz parte do calendário de rotina de vacinação.

A Sespa também informou que a cobertura vacinal para casos de meningite é feita de acordo com o tipo de vacina aplicada e não por grupos. As vacinas oferecidas pela rede pública são Pentavalente, três doses (para menos de 1 ano), meningocócica C (menos de 1 ano), ACWY (11 a 12 anos).

A Secretaria informou, ainda, que as faixas etárias são as recomendadas pelo Ministério da Saúde e seguem o calendário vacinal. A Sespa afirmou que a estratégia e aplicação da vacina são de responsabilidade dos municípios, mas ressaltou que o usuário pode procurar as unidades de saúde dos seus municípios.

VEJA MAIS

Ministério da Saúde amplia vacinação contra meningite para crianças menores de 11 anos
No Pará, até agosto deste ano, a Sespa registrou 129 casos de meningite e 11 óbitos em decorrência da doença

Pará registra queda no número de casos de meningite

Meningite: saiba como tratar
Vacinação é a principal forma de prevenção

Criança de quatro anos morre e outra está na UTI com meningite
O tipo de meningite que matou a criança ainda não foi informado

Quais são os principais sinais e sintomas da meningite

A meningite é uma inflamação das membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal, podendo ser de causas infecciosas, como bactérias, vírus, fungos, protozoários e helmintos, e de causas não infecciosas. 

Os principais sinais e sintomas são febre, dor de cabeça intensa, náuseas, vômitos, dor e enrijecimento da nuca, e manchas pelo corpo. Em crianças menores de um ano de idade pode haver choro intenso, irritabilidade e inchaço das fontanelas (moleiras).

A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, por via aérea (fala, tosse e espirro) e os riscos de contágio aumentam, neste período de chuvas intensas, porque as pessoas ficam mais tempo em ambientes fechados.

O Ministério da Saúde reforça a importância da vacinação de crianças e adolescentes contra a meningite (Foto: Erasmo Salomão/MS)

Calendário Nacional de Vacinação contempla todas as fases da vida, diz Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde informou que o Calendário Nacional de Vacinação contempla todas as fases da vida. No último mês, houve confirmação de surto no estado de São Paulo, com cinco casos da doença meningocócica (DM) do sorogrupo C, a mais frequente no Brasil entre as meningites bacterianas.

Nesse contexto, o Ministério da Saúde reforça a importância da vacinação de crianças e adolescentes contra a meningite.

A proteção do público-alvo evita o adoecimento e surtos pela doença. No Pará, a cobertura vacinal da meningocócica C está em 47,09%. No Brasil, a meningite é considerada uma doença endêmica.

Casos são esperados ao longo de todo o ano, com a ocorrência de surtos e epidemias ocasionais. Doença grave e contagiosa, a meningite é capaz de provocar sequelas e até mesmo a morte. A vacinação é a forma mais eficaz de evitar infecção.

Cobertura vacinal da meningocócica C - Ranking Região Norte

  • Rondônia - 58,77%
  • Acre - 51,69%
  • Amazonas - 57,67%
  • Roraima - 41,71%
  • Pará - 47,09%
  • Amapá - 37,88%
  • Tocantins - 61,71%

Fonte: Ministério da Saúde

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ