Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ligações clandestinas: saiba quais cidades do Pará são as campeãs de instalação de 'gatos'

Levantamento da Equatorial divulgado esta semana aponta a criação de 141 mil irregularidades em ligações de energia

O furto de energia é um procedimento criminoso, representa grandes perigos e gera enormes prejuízos à sociedade. Um levantamento feito pela Equatorial Pará, divulgado esta semana, aponta que, desde janeiro de 2020, foram realizadas mais de 141 mil regularizações de instalações elétricas em todo o estado do Pará. Só Belém, foram mais de 28 mil.

Em segundo lugar das cidades que mais tiveram ligações clandestinas retiradas aparece Ananindeua, seguida por Santarém, com mais de 10 mil e 8 mil, respectivamente. Cidades como Parauapebas, Marabá, Itaituba, Abaetetuba e Altamira também registram índices expressivos: em média 5 mil regularizações. 

No primeiro trimestre de 2021, já foram regularizadas mais de 35 mil instalações que se encontravam em situação de desvio de energia no Pará. A quantidade de fiscalizações foi reduzida em 2020 por conta da pandemia Covid-19, no entanto o trabalho já retomou em diversas localidades do Estado.

“É importante que todos saibam que quem furta energia está fomentando a sonegação de impostos, contribui para que ocorram acidentes envolvendo a rede elétrica e ainda são responsáveis por oscilações nos níveis de tensão e faltas de energia”, alerta o gerente de serviços técnicos e comerciais da Equatorial Pará.    

No ano passado, o índice de perdas energéticas no Pará ficou em 30,79%. O que significa que de toda a energia comprada pela Equatorial para atender o Estado do Pará, mais de 30% é perdida. É um aumento de 0,72% em relação ao ano de 2019. Esse percentual faz com que a Equatorial Pará figure na terceira posição de um ranking de perdas composto por 15 distribuidoras de energia do norte/nordeste. 

O executivo da área de Segurança da Equatorial Pará, Alex Fernandes, dá destaque para as situações de perigo que o furto ocasiona. “Qualquer intervenção na rede elétrica só pode ser feita por profissionais habilitados e autorizados a fazer algum procedimento na rede de distribuição. Os furtos de energia sempre são praticados por terceiros, que, na maioria dos casos, não possuem habilidade e ocasionam acidentes graves, além de situações de falta de energia”, afirma Alex.    

PRÁTICA CRIMINOSA

Com base em um incisivo plano de combate às perdas energéticas, que vem sendo desenvolvido desde 2013, a Equatorial Pará mobilizou equipes exclusivas para mapear e eliminar ações de furto de energia em todo o Estado. O trabalho conta com o apoio da Polícia Civil, que é acionada quando há caracterização de furto, e também é feito de acordo com denúncias que a população pode fazer de forma anônima nos canais de atendimento da empresa, como o site da Equatorial, Central de Atendimento (0800 091 0196) e aplicativo.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ