Ibama prende antropólogo que tentava impedir fiscalização em Altamira

Ele foi liberado após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência

Redação Integrada do O Liberal

Uma equipe de fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) prendeu na tarde de domingo (16), em Altamira, um antropólogo que tentava impedir a fiscalização do órgão na terra indígena Ituna/Itatá.

Durante a operação dos agentes ambientais, o antropólogo tentou impedir a ação fiscal e chegou a gravar um vídeo no qual afirma aos agentes que estava na terra indígena a fim de cumprir ordem do Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles e de proteger patrimônio de populações em situação de fragilidade.

Segundo o Ibama, o antropólogo foi então advertido sobre a restrição que existe sobre aquela área e instruído a se retirar. Após não atender a reiteradas ordens para que se retirasse do local, os agentes deram voz de prisão pelo crime de desobediência. O homem foi então levado até a Delegacia de Polícia Federal em Altamira.

Por se tratar de infração de menor potencial ofensivo, o antropólogo foi liberado após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e se comprometer a comparecer ante a Justiça Federal quando convocado.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM PARÁ