Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Gestão da UFPA completa um ano de nomeação e tem conquistas

Instituição enfrenta desafios com a pandemia e corte de verbas

O Liberal

Manter a identidade da Universidade Federal do Pará (UFPA) como instituição de excelência e inclusiva em um cenário com efeitos sanitários e econômicos da pandemia da covid-19, marcado por cortes orçamentários. Esse é o desafio para a instituição nos próximos anos, no entendimento do reitor Emmanuel Tourinho, cuja nomeação para o segundo mandato completou um ano nesta quinta-feira (14), após o primeiro em 2016-2020. O mandato do reitor terminou em 22 de setembro, e a nomeação dele demorou 83 dias após o envio, em julho, da documentação da lista tríplice da consulta acadêmica da votação na Universidade ao MEC.

Para o reitor, retomar plenamente as atividades presenciais de ensino é uma necessidade e um grande desafio, seja pelos cuidados necessários, seja pela insuficiência de verbas para acomodar as despesas geradas com essa volta (especialmente, com energia e serviços de limpeza e adaptação dos espaços). A Universidade está em uma fase de transição, com a adoção do ensino híbrido e com o retorno pleno das atividades administrativas presenciais. Muitos cursos já estão com aulas presenciais e outros planejam retomá-las ao longo do atual período letivo. "Estamos monitorando a evolução da pandemia nas cidades onde a UFPA possui campus", acrescenta.

"Teremos um ano de 2022 muito difícil e nosso esforço será todo para proteger os investimentos em ações que geram resultados acadêmicos e científicos imediatos e de longo prazo (como os programas que vimos executando de reestruturação dos laboratórios de ensino e de apoio ao trabalho dos grupos de pesquisa)”, afirma o reitor. Será necessário dedicar atenção especial à assistência estudantil, para garantir a permanência dos discentes em vulnerabilidade socioeconômica. “Isso tudo é essencial para mantermos a identidade da UFPA como instituição de excelência e inclusiva", reitera.

Conquistas

Apesar da pandemia e dos novos cortes orçamentários, como destaca o reitor, no último ano a UFPA teve conquistas, como a criação do novo curso de graduação em Engenharia Costeira e Oceânica, no Campus de Salinópolis, e do programa de apoio estratégico a projetos emergentes em pesquisa; a inauguração da urbanização do setor 2 do Campus de Altamira; a aprovação nos Conselhos Superiores da Política e do Fórum de Acessibilidade e Assistência Estudantil, agora institucionalizados; a criação de novas cátedras internacionais.

"O estabelecimento de novas cooperações, inclusive, com O Liberal, contemplando a divulgação da produção científica da UFPA. Fomos novamente bem avaliados em rankings internacionais e nacionais e alcançamos os melhores resultados da história em publicações científicas internacionais. No enfrentamento da pandemia, iniciamos pesquisas voltadas ao tratamento de pacientes com a covid-19; criamos a campanha UPFA contra a fome e fizemos parcerias com a Prefeitura de Belém para colaborar com a vacinação da população e com o cadastramento de usuários do SUS. Criamos um programa de apoio à inclusão digital para os discentes em vulnerabilidade socioeconômica, regularizamos o nosso calendário acadêmico e viabilizamos os diversos processos seletivos que oferecemos", enumera o reitor Tourinho.

Cortes

Emmanuel Tourinho considera “inaceitáveis” os cortes orçamentários promovidos pelo Governo Federal nas universidades, porque atingem iniciativas acadêmicas e revelam uma visão de educação e pesquisa como gastos e não como investimentos. A redução nas verbas para a pesquisa torna o País mais dependente de outras nações para a solução de problemas. A  Associação Nacional das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES), atua junto ao governo e ao parlamento para obter a recomposição da capacidade financeira das universidades. Tourinho ressalta o apoio da bancada parlamentar do Pará em prol da manutenção de projetos importantes para a instituição e para a sociedade.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ