Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Estado assegura assistência às famílias atingidas pelas fortes chuvas em Ourém

A depender das necessidades dos grupos familiares, eles vão receber cestas de ajuda humanitárias, kit dormitório, kit de higiene, água mineral.

O Liberal

Após as fortes chuvas no nordeste paraense, o governo do Estado segue cadastrando as famílias atingidas por alagamentos e enxurradas, sobretudo, no município de Ourém, o mais afetado na região. A depender das necessidades dos grupos familiares, eles vão receber cestas de ajuda humanitárias, kit dormitório, kit de higiene, água mineral. O cadastro também vale para o Programa Recomeçar, que atende as famílias em situação de vulnerabilidade social, e ainda,.
Segundo a prefeitura municipal de Ourém, 16 áreas rurais e duas áreas urbanas foram afetadas pelas inundações. O governador do Estado, Helder Barbalho, esteve no município no último domingo (22). Ele designou o destacamento de equipes do Corpo de Bombeiros e da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, e da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), para Ourém, para que a análise da situação e, consequente, cadastro dos dados das famílias tingidas.
Devido ao mau tempo, e a dificuldade de acesso em algumas localidades, nesta quarta-feira (25), esse cadastramento continua sendo realizado com o apoio da prefeitura municipal de Ourém. Até o momento não há registro de mortos ou desaparecidos, apenas dois feridos e duas famílias desabrigadas que estão em uma igreja e em uma escola municipal, cada uma.
O número de famílias desalojadas que foram acolhidos na casa de amigos ou familiares somam 98. Os afetados de forma geral somam 518, que são as pessoas que não estão desalojadas e nem desabrigadas, mas que tiveram suas casas invadidas pelas águas.
O Tenente-coronel bombeiro militar Thiago Costa, da Defesa Civil, falou sobre as ações de apoio as famílias atingidas pelas  inundações e do apoio a prefeitura de Ourém, para poder tirar as pessoas de situação de risco e também, na avaliação de situações de deslizamento.
"A Defesa Civil levanta dados para o relatório de avaliação de risco, e faz o cadastro social para assegurar às famílias atingidas a entrega de cestas de ajuda humanitária e o benefício do Programa Recomeçar, ambos gerenciados pelo Corpo de Bombeiros. Vamos continuar dando apoio ao município, seguindo todas as orientações do nosso comandante geral e do nosso comandante chefe superior, o governador Helder Barbalho", garantiu o bombeiro militar.


Benefício Eventual
A Seaster segue acompanhando as visitas em Ourém, realizando o cadastramento das famílias que vão receber o "Beneficio Eventual", que corresponde a um auxílio financeiro no valor de um salário mínimo, pago por três meses as famílias vítimas de sinistros, calamidade pública ou situação de emergência. O benefício faz parte das politicas de assistência social do governo do Estado e cabe à Seaster o controle e a execução do auxílio.
O gerente de benefícios assistências da Seaster, Sérgio Costa, explicou como o trabalho da secretaria está sendo realizado em Ourém. "Em Ourém, já cadastramos 06 famílias atingidas com perdas totais e que serão atendidas com o benefício eventual, e à medida que os relatórios sociais produzidos pelo município identificarem novos casos, a Seaster também encaminhará para o processo de pagamento", disse.
Decreto
A prefeitura municipal de Ourém publicou no Diário Oficial do Estado (DOE), o decreto municipal de n° 26, de 24 de maio de 2022, que declara situação de emergência no município por 180 dias. Com a publicação do decreto, a cidade está apta a requisitar recursos para restabelecer a infraestrutura dos locais afetados e ajudar a população.
De acordo com os levantamentos realizados pela prefeitura, Ourém tem uma instituição de saúde, uma de ensino, duas de uso comunitário e oito infraestruturas públicas danificadas. Já as infraestruturas públicas totalmente destruídas já somam 22, entre elas as pontes de acesso as comunidades localizadas em zona rural.

Palavras-chave

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ