Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

É tetra: UFPA se destaca de novo em ranking de instituições de ensino superior de países emergentes

Universidade figura bem na nova edição do Times Higher Education Emerging Economies Rankings, divulgado nesta semana

O Liberal

A Universidade Federal do Pará (UFPA) está entre as melhores universidades em atividade em países de economias emergentes. É o que aponta um balanço com um ranking internacional voltado ao ensino superior, na nova edição do Times Higher Education (THE) Emerging Economies Rankings, divulgado nesta semana. 

Este já é o quarto ano em que a instituição entra na lista do Times Higher Education, ficando no grupo de instituições na posição 501+, entre as 698 universidades selecionadas.

Brasil entre maiores emergentes


O THE Emerging Economies Ranking utiliza a mesma base de dados THE World University Ranking, aplicando pesos diferentes em alguns indicadores e considerando apenas instituições de países classificados pelo Grupo FTSE, da Bolsa de Valores de Londres, como “emergentes avançados”, “emergentes secundários” ou “de fronteira”. Integraram a lista este ano instituições de 50 países.

O Brasil, classificado como um dos países emergentes avançados, participa do ranking com 59 instituições e ficou em quatro lugar entre os países com o maior número de instituições participantes, atrás apenas da China (97 universidades), Índia (71) e Rússia (60). 

Entre as instituições brasileiras, a USP, a Unicamp e a PUC-Rio são as mais bem posicionadas entre as 100 primeiras do ranking.

Campus Básico da UFPA, no Guamá, em Belém: índices se destacam (Thiago Gomes)

UFPA avança em indicadores


Ao longo dos quatro anos, a UFPA tem aumentado a sua pontuação em vários indicadores, apesar de figurar em posições diferentes com o ingresso de mais instituições a cada ano. A pontuação em citações, por exemplo, passou de 9.6 em 2019 para 14.9 em 2022.

Nas áreas de pesquisa e ensino, o aumento foi, respectivamente, de 9.1 (2019) para 10.3 (2022) e de 16.1 (2019) para 19.0 (2022). No que se refere à transferência de conhecimento, a Instituição apresentou um crescimento na pontuação de 34.5 (2019) para 38.6 (2022). Já os indicadores de panorama internacional que pontuaram 23.2 em 2019, agora, passaram para 23.6 em 2022.

A UFPA tem tido performances positivas também em outros rankings internacionais. No THE World University Ranking 2022, a UFPA aparece na posição 1201+, nova categoria criada este ano (até o ranking 2021, divulgado em 2020, as posições eram classificadas até 1001+), entre mais de 1.600 instituições de 99 países e territórios. 

Já no QS Latin America University Rankings 2022, a UFPA está na 127ª posição geral, de um total de 418 instituições brasileiras e latino-americanas participantes.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ