Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Centro Cultural Palacete Faciola é entregue neste sábado (25) em Belém

O prédio abrigará o Museu de Imagem e do Som (MIS) e o Depto. Histórico, Artístico e Cultural, e estará aberto ao público de terça-feira a domingo, das 9h às 17h

Laís Santana

Foi entregue na tarde de sábado (25), as obras de restauração patrimonial do Palacete Faciola, reaberto e entregue ao público como o novo Centro Cultural Palacete Faciola. Composto por três casas, na avenida Nazaré, nº 194, O prédio contemplará o Museu de Imagem e do Som (MIS) e o Departamento Histórico, Artístico e Cultural (DPHAC). A obra é do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e do Sistema Integrado de Museus e Memoriais (SIMM). 

A programação contou com a presença do governador do Pará, Helder Barbalho; o secretário de Cultura, Bruno Chagas; o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues; representantes do Ministério Público, do núcleo de direção do MIS e DPHAC e convidados.

O público pôde acompanhar de perto a abertura do Centro Cultural e visitar o novo prédio. Para a publicitária Érica Lima, de 37 anos, obras como a do Palacete Faciola contribuem para a preservação do patrimônio histórico. 

“É um dia muito importante! Continuar valorizando a nossa cultura com essas reformas que vem acontecendo traz a identificação da antiga Belém é essencial até para nossas crianças que agora podem conhecer um pouco mais da história da cidade.”, declara. 

O Governador do Estado, Helder Barbalho, descreveu o momento como o reencontro dos cidadãos com a da história de Belém do Pará, uma vez que a restauração do Palacete Faciola sustenta a memória antepassada a todos os paraenses. 

"Um local tão belo e tão lindo que representa a história de uma época que deve ser lembrada e mantida viva. Hoje, nós estamos aqui para devolver à nossa capital, certamente, uma das obras mais fantásticas da Belle Époque. Um prédio que foi construído de 1895 a 1901, que simboliza uma época de riqueza e abundância. Uma época de transformação", destacou.

Além de ser aberto ao público, o novo espaço contará com atividades voltadas para educação patrimonial. "Tivemos uma aceitação muito grande do público, que agora pode usufruir e conhecer um pouco da trajetória, do patrimônio, da formação da história urbanística da cidade de Belém. Daqui pra frente a Secult se volta para a realização de programações e atividades em conjunto com o Sistema Integrado de Museus e Memoriais, Museu da Imagem e do Som e a educação patrimonial com o DPHAC", pontuou o titular da Secult, Bruno Chagas.

Junto ao Palacete, pela primeira vez, após 50 anos, o Museu de Imagem e do Som terá sede permanente em uma das casas do espaço. Além disso, o DPHAC também terá sede no Palacete, onde manterá sua biblioteca para pesquisas patrimoniais e o acervo documental.

O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, participou da reinauguração do espaço e destacou a importância do prédio para a cidade de Belém. “Com essa obra de restauro se salva uma parte da história de Belém. Memória tem que ser viva e esse casarão é a prova disso. Agradeço ao governo do estado pelo presente dado a Belém”, afirmou o gestor municipal. 

Membros da família Faciola foram homenageados durante a cerimônia de inauguração. Odontologista Oscar Faciola, bisneto de Antonio Faciola, ressaltou que a obra de restauro revelou detalhes que a própria família desconhecia. “Os envolvidos nesta obra demonstraram amor pela arte e cultura, e provaram que a arte não existe para produzir o visível e sim para tornar o visível o que está além”, declarou. 

A programação de abertura contou com um show da Amazônia Jazz Band (AJB), além da abertura das exposições “Belém Passado/Presente”, uma homenagem do Governo do Estado ao professor, arquiteto e urbanista, Flávio Nassar; “Memorial Palacete Faciola”, com acervos e informações sobre o material encontrado e restaurado no prédio; e “Cinema, televisão e audiovisual na coleção do MIS, um breve recorte”, que reunirá acervos e equipamentos da memória audiovisual paraense, pertencentes ao MIS.

Depois de 20 meses de trabalho, o Centro Cultural Palacete Faciola estará aberto para o público de terça-feira a domingo, das 9h às 17h.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ