Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Grupo extremista Talibã pede ‘paz’ entre Rússia e Ucrânia

Grupo radical que tomou o poder no Afeganistão diz ser favorável a 'solução pacífica' em crise na Europa

O Liberal

O Taleban, que no ano passado tomou o poder no Afeganistão, pediu paz entre a Rússia e Ucrânia nesta sexta-feira, 25. O governo do grupo extremista expressou “preocupação” com os civis ucranianos, enquanto as tropas russas cercam a capital Kiev. As informações são da Agência Estado.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Emirado Islâmico do Afeganistão emitiu uma nota pedindo urgência na resolução da crise.

VEJA MAIS

Guerra Ucrânia e Rússia ao vivo: o que se sabe até agora, 06/04
Veja as principais notícias de hoje sobre o conflito iniciado com a invasão russa autorizada pelo presidente Vladimir Putin a Kiev e ao leste ucraniano

Após cobrança sobre posicionamento, secretário de Estado dos EUA telefona a chanceler brasileiro
Conversa acontece um dia depois de norte-americano cobrar que o governo brasileiro condenasse a invasão russa

Abdul Qahar Balkhi disse que acompanha o conflito na Ucrânia. "O Emirado Islâmico pede moderação de ambas as partes. Todos os lados precisam desistir de tomar decisões que possam intensificar a violência."

A nota do grupo apela à paz: "O Emirado Islâmico do Afeganistão, com a sua política externa de neutralidade, apela para que ambos os lados do conflito resolvam a crise por meio de diálogo e meios pacíficos".

O texto termina pedindo que os dois países "prestem atenção à segurança das vidas de estudantes e migrantes afegãos na Ucrânia".

‘Brasil não tem dois minutos de munição para uma guerra’, diz doutor em Relações Internacionais
Durante entrevista ao Grupo Liberal, Mário Tito Almeida fez uma análise sobre o conflito entre Rússia e Ucrânia e como o embate afeta diretamente o Brasil

Rússia passa a restringir Facebook por suposta censura
Justificativa do governo é que a reguladora da rede social teria censurado perfis de veículos locais

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO