Quimio antes da cirurgia reduz risco de retorno do câncer de intestino, apontam cientistas

O estudo analisou dados de 1.053 pacientes com câncer de intestino de 85 hospitais no Reino Unido, Dinamarca e Suécia

Luciana Carvalho
fonte

Um estudo publicado no Journal of Clinical Oncology, por cientistas do Reino Unido, propõe que os pacientes diagnosticados com câncer de intestino passem por algumas sessões de quimioterapia antes de realizarem a cirurgia para retirada do tumor. As informações são do portal Metrópoles. 

A pesquisa dos cientistas das universidade de Birmingham e de Leeds mostra que essa mudança na estratégia de tratamento pode reduzir em cerca de 28% o risco de a doença retornar nos dois anos seguintes. A abordagem padrão adotada é a de cirurgia seguida por quimioterapia.

O estudo analisou dados de 1.053 pacientes com câncer de intestino de 85 hospitais no Reino Unido, Dinamarca e Suécia.Os participantes foram divididos em dois grupos. O primeiro, com 699 pessoas, foi submetido a seis semanas de quimioterapia antes de realizar a cirurgia, seguida por mais 18 semanas de quimioterapia. O segundo grupo, por sua vez, teve o tratamento padrão para o câncer de intestino, com a cirurgia seguida por 24 semanas de quimioterapia.

VEJA MAIS

image Terapias aquáticas dão saúde e qualidade de vida a quem precisa
Família de criança com paralisia cerebral celebra a conquista de cada movimento do filho. Pessoas com Deficiência ganham qualidade de vida por meio de esporte aquático

image Animais também precisam de atenção em relação à saúde mental; saiba mais
O mês de janeiro foi escolhido para conscientizar sobre a saúde mental, emocional e bem-estar dos animais, assim como já era o mês de conscientização para a saúde dos humanos

image Como emagrecer com saúde? Veja cinco erros que devem ser evitados para perder peso
Dormir mal e cortar carboidratos são erros que estão na lista

Aqueles que receberam a quimioterapia antes da cirurgia tiveram uma probabilidade significativamente menor de ter um novo diagnóstico nos dois anos seguintes, em comparação com os demais.

“O tempo é tudo quando se trata de tratar o câncer de cólon. O simples ato de antecipar a quimioterapia, administrando-a antes e não depois da cirurgia, produz alguns resultados notáveis”, explicou o professor Matthew Seymour, que participou da pesquisa.

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Elisa Vaz, repórter do Núcleo de Política).

Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO