Pastor confessa estupro e é aplaudido de pé em igreja

Fiéis ainda oraram pelo evangélico, que até hoje não foi condenado pelo crime

Com informações da Revista Fórum

Durante culto em uma igreja evangélica dos Estados Unidos, o pastor Andy Savage confessou que teve um “incidente sexual” com uma adolescente há mais de 20 anos. Logo depois de seu testemunho, os fiéis oraram pelo pastor e depois o aplaudiram de pé. Confissão aconteceu em 2018, mas até então Savage não foi condenado pelo crime.

“Enquanto ainda estava na faculdade, no Texas há mais de 20 anos, lamentavelmente tive um incidente sexual com uma aluna do ensino médio daquela igreja”, revelou. 

A vítima, Jules Woodson, usou as redes sociais na época para confirmar que havia sido abusada pelo pastor e que foi obrigada a fazer sexo oral nele. “Eu fiz aquilo porque estava com medo, em choque e não entendia o que estava acontecendo”, disse. Jules chegou a procurar o pastor principal da congregação que, na época, pediu para ela ficar quieta.

Depois de confessar o estupro perante a igreja, o pastor principal que guiava o culto, Chris Conlee, orou por Savage e disse que “nos entristece que a senhora Woodson não tenha trilhado o mesmo caminho da cura”.

De acordo com a mídia local, depois da confissão, o pastor deixou Highpoint Church, onde lecionava religião, e estaria começando uma nova igreja em Memphis.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!