Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Médico alerta sobre contágio após flagrar infectado com varíola dos macacos em metrô na Europa

'O ​​homem entra no metrô completamente crivado de ferimentos da cabeça aos pés, incluindo as mãos', afirmou o profissional de saúde

Emilly Melo

Um médico fez um alerta sobre o contágio após flagrar um homem infectado com varíola dos macacos em um metrô de Madri, na Espanha. O profissional tirou uma foto e questionou o passageiro, que tinha sinais na pele, sobre a doença.  

“Quantas pessoas ele pode deixar doentes??? Não faço ideia”, afirmou Arturo Henriques em uma publicação no Twitter. “Agora eu vou no metrô tentando me equilibrar, sem tocar em nada, e muito menos me sentar”.

VEJA MAIS

Varíola dos macacos: saiba como está a situação atual da doença no Brasil
Até o começo da tarde desta segunda-feira (1º), o país tem 1.369 casos confirmados pelo Ministério da Saúde

Varíola dos macacos: entenda como será a vacinação no Brasil
Segundo o Ministério da Saúde, as primeiras doses do imunizante contra a varíola dos macacos destinadas ao país deverão chegar em setembro

Varíola dos macacos: saiba como evitar pegar a doença
Manter hábitos de vida saudáveis, usar máscara e não estigmatizar pessoas infectadas fazem parte das principais formas de evitar a varíola dos macacos

O médico também afirmou que não pretendia postar nada sobre o caso, mas refletiu e achou melhor explicar a história por trás da imagem, registrada durante o “auge do contágio” no país. 

“O ​​homem entra no metrô. Completamente crivado de ferimentos da cabeça aos pés, incluindo as mãos. Eu vejo a situação e também vejo as pessoas ao meu redor como se nada estivesse acontecendo. Tornei-me uma KAREN, aproximei-me do homem com prudência e questionei o que ele estava fazendo no metrô se ele tinha V [varíola] dos macacos. A resposta dele: sim. Eu tenho isso, mas minha médica não me disse que eu tinha que ficar em casa. Basta usar uma máscara”, contou Arturo, chocado com a reação do passageiro.

O profissional disse ter alertado o passageiro sobre o perigo que as lesões apresentavam aos demais. 

Varíola dos macacos: veja quais são os grupos de risco da doença
A enfermidade foi declarada emergência de saúde pública de interesse internacional pela OMS

Varíola dos macacos: saiba quais são os sintomas da doença
Cerca de 95% dos casos têm lesões na face, ao passo que 75% das feridas se encontram na região genital

Varíola dos macacos: OMS acerta ao pedir que gays reduzam o número de parceiros sexuais?
Partes dos especialistas avalia que a orientação foi correta. Outros temem leituras equivocadas

“Digo a ele que as lesões que ele tem pelo corpo são as mais contagiosas. Que eu sou médico e que possivelmente ele não entendeu todas as indicações de sua médica de família”, relatou.

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, coordenadora do Núcleo de Política)

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO