CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Israel entra em estado de guerra após ataque do Hamas; 298 pessoas morreram

Sirenes de avisos de bombardeios foram relatadas em várias regiões do país, incluindo Jerusalém

O Liberal
fonte

Homens armados bombardearam e atacaram Israel durante a manhã deste sábado (7), no horário local, como afirmam as autoridades do país. Este é um dos maiores ataques sofridos por Israel nos últimos anos, e as imagens mostram homens armados invadindo o país a partir da Faixa de Gaza.

VEJA MAIS

image Brasil convoca reunião de emergência da ONU após ataques a Israel a partir da Faixa de Gaza
País condenou veementemente a série de bombardeios e ataques terrestres direcionados a Israel a partir da Faixa de Gaza

Confira o posicionamento de Israel:

 

 

 

Segundo os serviços de emergência, ao menos 298 pessoas morreram no conflito, sendo 100 em Israel e 198 na Faixa de Gaza, mortas na retaliação israelense. Outras milhares de pessoas ficaram feridas.

VEJA MAIS:

image Ataque em Tel Aviv deixa 7 feridos; Hamas diz que ação foi 'primeira resposta a crimes de Israel'
Motorista atropelou dezenas de pessoas. Polícia também registrou um esfaqueamento e disparos no centro da cidade

image Cisjordânia registra maior ataque em décadas após Israel usar drones e atingir campo de refugiados
Ao menos 8 pessoas morreram; investida é considerada uma resposta a uma série de ataques militares

Um movimento islâmico armado, Hamas, reivindicou a autoria dos ataques e afirmou se tratar de o início de uma operação. De acordo com um alto comandante militar do grupo, 5 mil foguetes foram lançados. Sirenes de avisos de bombardeios foram relatadas em várias regiões do país, incluindo Jerusalém, e há registros de edifícios danificados em Tel Aviv e outras cidades.

A imprensa israelense afirmou que homens armados atiraram contra pedestres em Sderot, no sul do país. Imagens que circulam pelas redes sociais indicam haver um confronto nas ruas da região. As autoridades pediram para que as pessoas que moram perto da Faixa de Gaza fiquem em casa.

Além disso, vários israelenses foram feitos prisioneiros por combatentes, diz a mídia palestina. Já o Hamas divulgou imagens mostrando o que seria um tanque israelense destruído.

Guerra

Em resposta aos ataques, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que seu país está em estado de guerra. O premiê lançou a operação "Espadas de Ferro" e convocou uma reunião de emergência com autoridades de segurança. O país já convocou uma grande quantidade de reservistas. O ministro Yoav Galant afirmou que o Hamas cometeu um "grande erro".

Brasil pede reunião da Onu

Segundo a agência France Press, que cita o Ministério das Relações Exteriores, o Brasil convocará reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU devido à situação em Gaza.

 

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO