Furacão Ian cai para tempestade tropical após deixar rastro de destruição na Flórida

Mais de 2,4 milhões de pessoas ficaram sem energia, voos foram cancelados e o telhado da UTI de um hospital foi arrancado

O Liberal

O furacão Ian, que empatou com o furacão Charley, de 2004, como a tempestade mais forte a atingir Flórida, segundo o meteorologista da CNN Brandon Miller, perdeu força após deixar um rastro de destruição na região. Nesta quinta-feira, ele caiu de categoria 1 para tempestade tropical, mas ainda deve produzir ventos fortes, chuvas fortes e tempestades em partes da Flórida, Geórgia e Carolina do Sul e Norte, aponta o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. As informações são da CNN Brasil.

furacão Ian, que empatou com o furacão Charley, de 2004, como a tempestade mais forte a atingir Flórida, segundo o meteorologista da CNN Brandon Miller, perdeu força após deixar um rastro de destruição na região. Nesta quinta-feira, ele caiu de categoria 1 para tempestade tropical, mas ainda deve produzir ventos fortes, chuvas fortes e tempestades em partes da Flórida, Geórgia e Carolina do Sul e Norte, aponta o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. As informações são da CNN Brasil.

Ao chegar oficialmente à terra firme, nesta quarta-feira, pela costa sudoeste da Flórida, por volta das 16h05 pelo horário de Brasília, o furacão tinha ventos próximos a 241 km/h — uma tempestade de categoria 4. O fenômeno caiu para categoria 3, com ventos máximos sustentados de 201 km/h. Por volta de 23h de Brasília, chegou a categoria 2 com ventos máximos de 168 km/h.

VEJA MAIS

Jornalista enfrenta vento e chuva do Furacão Ian e é atingido por árvore; vídeo
O repórter falava sobre os estragos e a força do Furacão Ian que atingiu o estado da Flórida, nos Estados Unidos, nesta quarta-feira (28)

Furacão Ian pode chegar na Disney; atrações em Orlando estão fechadas até quinta (29/09)
O fenômeno da natureza atingiu a categoria 4, no total de 5, com ventos de até 241 km/h. O Furacão Ian já passou pelo país de Cuba e pela Flórida, nos Estados Unidos

Furacão Ian: fenômeno causa destruição, enchente e 1 milhão de cubanos estão sem energia
Pinar Del Rio, no oeste de Cuba, foi a cidade mais destruída. Foram registrados ventos de 205 km/h

Agora, a tempestade tem ventos máximos sustentados de 100 km/h, e se encontra a cerca de 55 km a sudoeste de Cabo Canaveral.

A passagem do furacão deixou mais de 2,4 milhões de pessoas estão sem energia na Flórida. Além disso, todos os voos pelo Aeroporto Internacional de Jacksonville foram cancelados e o terminais de embarque foram fechados devido às restrições pelo tempo.

Jacksonville se juntou ao Aeroporto Internacional de Orlando e ao Aeroporto Internacional de Tampa, que também suspenderam os voos.

Em um hospital em Port Charlotte, na Flórida, o telhado de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) foi arrancado pela tempestade.  “Infelizmente, hoje tivemos cerca de 160 pacientes internos e nosso telhado estourou, parte do telhado acima da UTI. Então, é claro, tivemos chuvas torrenciais que desceram pelas escadas, que depois seguiram para outros andares”, explicou Birgit Bodine, especialista em medicina interna da instalação.

Palavras-chave

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO