Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Filha adolescente de ex-senadora assume ter matado o pai com a ajuda do namorado: 'Valeu a pena'

O crime ocorreu em abril, na casa da família

O Liberal

Sierra Halseth, de 16 anos, confessou no YouTube ter sido responsável pelo assassinato do pai, Daniel Halseth. Ela é filha de Elizabeth Halseth, ex-senadora de Nevada, nos Estados Unidos. No vídeo, ela aparece ao lado do namorado, Aaron Guerrero, de 18. O crime ocorreu em abril, na casa da família, em Las Vegas. As informações são do MSN.

“Bem-vindos ao nosso canal. É o terceiro dia depois que matamos alguém”, diz o rapaz no vídeo. Depois, a adolescente pede: “Ei, não fale isso para a câmera”. Mesmo assim, o parceiro garante, segurando o rosto dela entre as mãos: “Valeu a pena”. Sem demonstrar remorso pelo crime, Sierra cai na risada.

Para completar o horror, o rapaz dá dois tapinhas no rosto da namorada e começa a fingir que a está sufocando. Ela, por sua vez, olha para a câmera e encena estar sendo asfixiada.

O corpo de Daniel Halseth foi encontrado carbonizado, no dia 9 de abril. Antes de atear fogo na casa para despistar, o casal esquartejou o homem.

Sierra e Guerrero ficaram juntos entre os meses de junho e dezembro de 2020 com o aval da família. Contudo, após terem os planos de fugir para Los Angeles descobertos pelos pais, foram separados pelos parentes.

De acordo com o KTNV Channel, os jovens foram presos seis dias depois do crime. De volta a Las Vegas, os dois comparecerão ao tribunal pela primeira vez nesta segunda-feira (14).

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO