Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Explosão em mesquita no Afeganistão mata 18 pessoas, incluindo clérigo pró-Talibã

Este último ataque é o que fez mais vítimas fatais após a explosão em uma mesquita em Cabul matar 21 pessoas no mês passado

Luciana Carvalho

Nesta sexta-feira (02), dezoito afegãos morreram e dezenas foram feridos na explosão em uma mesquita na província de Herat, no oeste do Afeganistão, o mais recente de uma série de ataques contra fiéis no país. Ainda não está claro quem está por trás da explosão. As informações são do portal O Globo.

Um porta-voz da polícia local, Mahmoud Shah Rassouli, disse por telefone que a explosão aconteceu após uma pessoa na mesquita caminhar para saudar o clérigo pró-Talibã, Mujib Rahman Ansari, antes das orações de sexta-feira.

O porta-voz do governador de Herat, Hameedullan Motawakel, confirmou o número de mortos e feridos em uma mensagem separada para repórteres.

VEJA MAIS

Explosão mata pelo menos 21 pessoas e deixa 33 feridas no Afeganistão
A explosão ocorreu durante a noite, no momento em que o templo estava lotado de fiéis fazendo orações

Passa de 1000 o número de mortos após forte terremoto no Afeganistão
Outras 600 pessoas ficaram feridas

Explosões em escolas de Cabul deixam ao menos seis mortos e 11 feridos
Há crianças entre as vítimas, segundo a polícia local

Talibã condenou o ataque em um post no Twitter, dizendo que Ansari foi morto de uma forma "covarde" e que estão investigando o caso. O clérigo apoiava fortemente as regras talibãs, declarando em um evento em Cabul, em julho, que quem estivesse contra o grupo deveria ser "decapitado".

Este último ataque é o que fez mais vítimas fatais após a explosão em uma mesquita em Cabul matar 21 pessoas no mês passado. O país é vítima frequente desse tipo de atentados. Um ataque em uma mesquita no ano passado por um homem-bomba do grupo Estado Islâmico matou mais de 50 pessoas na província de Kunduz.

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO