Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ex-jogador de futebol vence superbactéria carnívora e volta a andar

O ex-jogador de futebol é uma das sete pessoas que conseguiram sobreviver a superbactéria

Paula Figueiredo

O ex-jogador de futebol Sam O'Sullivan, que tinha um caso considerado como "perdido" pelos médicos, conseguiu vencer uma superbactéria carnívora e voltou a andar após ficar em coma e passar um ano sem os movimentos da perna.

VEJA MAIS

Superbactérias podem ser transmitidas de porcos para seres humanos; entenda
Os cientistas creem que à disseminação de micro-organismos resistentes seja pelo uso de agrotóxicos e antibióticos

Jovem morre de infecção cerebral após ficar 24 dias internada com piercing inflamado
Segundo a mãe e médicos que atenderam a jovem, a causa da morte foi uma infecção que foi parar na rede sanguínea e depois se alojou no cérebro

Homem é infectado por 'ameba comedora de cérebro' após entrar em lago contaminado; entenda
A vítima foi internada em estado grave. Saiba como a ameba entra no corpo e os sintomas da infecção

Tudo começou em meados de 2015, quando o australiano tinha 24 anos e jogava no time de Port Melbourne. Ele foi internado com miosite necrosante, uma doença que ataca as células dos músculos. A infecção acometeu a perna do jogador e o deixou em coma por duas semanas. Com um quadro considerado irreversível, os amigos e familiares do atleta chegaram a se despedir acreditando que ele não conseguiria se recuperar da doença

O estresse pós-traumático devido as lesões e cicatrizes impulsionaram o vicio em bebida. (Foto: Daily Mail/arquivo pessoal)

"Eu estava extremamente, extremamente chateado. Eu não sabia o que estava acontecendo. Eu realmente não acreditava no que as pessoas estavam me dizendo. O futebol era a minha vida. Então, os fatores mais pesados para mim no processo foram ouvir que nunca mais iria andar, e que não poderia mais jogar na vida. São coisas muito grandes para se lidar", disse ele em entrevista ao podcast 'I’ve Got News For You'. 

Estresse pós-traumático e problemas com bebidas

Após voltar do coma e reaprender a andar, Sam passou por um estresse pós-traumático devido as lesões e cicatrizes na perna, o que impulsionou um consumo de bebida alcoólica sem controle. "Como eu não jogava futebol, acabei começando a beber muito e meio que enlouquecendo um pouco ao longo de um período de dois anos. Perdi a coisa principal que era meu futebol, e esse era meu único amor. Me senti um pouco impotente. Eu não senti que tinha muito propósito", declarou. 

Atualmente, ele superou seus vicios e vive com a namorada em Londres. O'Sullivan é uma das sete pessoas que conseguiram sobreviver a superbactéria

(Estagiária Paula Figueiredo, sob supervisão de Tainá Cavalcante, editora web de OLiberal.com)

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO