CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Avião com 468 pessoas a bordo pega fogo em motor ao decolar e retorna ao aeroporto

Aeronave passará por inspeção antes de ser liberada

Agência Estado
fonte

O motor de um Boeing 747-400 pegou fogo ao decolar do aeroporto de Sultan Hasanuddin International Airport, em Makassar, na Indonésia, na última quarta-feira, 15. De propriedade da Terra Avia, ele estava a serviço de outra companhia aérea, a Garuda Indonesia, na rota ta Makassar-Madinah (Indonésia-Arábia Saudita).

VEJA MAIS

image VÍDEO: Piloto de avião morre após recriar cena do filme 'Top Gun'
A manobra resultou na morte de Muhammad Asim Jawad, 32 anos, piloto da aeronave

image PF apura queda de avião no Pará; suspeita é de que piloto tenha tentado pousar em campo de futebol
De acordo com a Polícia Federal, a hipótese inicial levantada, com base em relatos colhidos pelos policiais civis, é de que a aeronave caiu durante forte chuva

Segundo informações do site Aviation Safety Network (ASN), um banco de dados que cataloga incidentes aéreos, o problema ocorreu às 15h37 da quarta no motor número 4 da aeronave. Com isso, o voo precisou entrar em padrão de espera na costa do país e voltou a pousar no Hasanuddin International Airport 90 minutos depois.


Ninguém se feriu. Os passageiros foram acomodados em hotéis e, horas mais tarde, realocados em outro voo para continuar a viagem. Citando Irfan Setiaputra, diretor presidente da Garuda Indonesia, o noticiário de TV local Liputan 6 informou que a aeronave passará por uma inspeção minuciosa antes de poder voltar novamente.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO