Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Sequência interrompida: Remo joga mal e perde para o Londrina no Café

Resultado freia reação azulina na Série B após três vitórias consecutivas sob o comando de Felipe Conceição

O Liberal

O Remo perdeu o primeiro jogo após uma boa arrancada de três vitórias consecutivas sob o comando de Felipe Conceição. A derrota desta sexta-feira (23) foi para o Londrina, então lanterna da Série B, por 1 a 0. O único gol do jogo foi marcado por Gegê, aos 30 minutos da etapa final do confronto no Estádio do Café, no interior do Paraná.

. Veja como foi a partida lance a lance

Apesar do revés, o Leão se mantém momentaneamente na 11ª colocação da Segundona e cinco pontos à frente da zona de rebaixamento. O time paraense volta a campo na próxima quarta-feira (28), para jogo atrasado da 5ª rodada contra o Avaí. O duelo será na Ressacada, em Florianópolis (SC).

Narrador paraense chama cabelo de ex-Paysandu de 'ninho de cupim' e é afastado; clubes se posicionam Ataques racistas ocorreram durante jogo entre Londrina e Remo

Felipe Conceição justifica derrota do Remo para o Londrina: 'Erramos muito pelo cansaço' Técnico azulino afirmou na coletiva que o desgaste do jogadores e acredita em melhora na próxima partida da Série B

O jogo

O primeiro tempo foi inteiramente do Londrina. Pressionando e criando mais chances de gol, o time paranaense não dava espaço para o Remo. O LEC teve várias oportunidades de abrir o placar, porém a equipe esbarrou no inspirado goleiro Vinicius. Nos primeiros 20 minutos o Tubarão já havia finalizado 10 vezes - sendo quatro defendidas pelo camisa 1 - enquanto que o Leão só tinha chutado uma vez.

O time paraense não conseguia se organizar dentro de campo, criar chances de gols e errava muitos passes, cedendo contra-ataques para os mandantes. Segundo as estatísticas da partida, o Londrina teve 86% de precisão no passe, o que facilitou para a equipe encontrar espaços no sistema defensivo azulino. 

Apenas aos 34 minutos o Remo voltou a atacar em uma cobrança de falta de Gedoz. O meia lançou para a área, mas nem Kevem ou Romércio conseguiram finalizar ao gol. A melhor chance do Leão veio já no final do primeiro tempo. Numa jogada característica da equipe o remo pressionou a saída adversária, Gedoz roubou a bola e finalizou.

Remo ensaiou reação no segundo tempo, mas não conseguiu empatar o jogo (Samara Miranda/Remo)

No início do segundo, apesar do time do Remo marcar um pouco mais, o Londrina continuou sendo superior e criando jogadas que paravam Vinicius - grande herói do time. O Leão continuou com dificuldades para criar e acertar os passes.

Sem encaixe, o Leão continuou sofrendo na casa adversária. O Londrina conseguiu enfim abrir o placar aos 30 minutos da etapa final, em bela cobrança de falta de Gegê. Mesmo de longe, o atacante do Tubarão acertou o ângulo de Vinícius, que se esticou todo e não alcançou.

Arbitragem decisiva

O Remo partiu para o abafa em busca do empate nos minutos finais. A equipe paraense conseguiu levar perigo para a meta adversária, mas sofreu mais uma vez com decisões da arbitragem. Em dois lances diferentes a bola resvalou no braço de um defensor do Londrina, porém o carioca Marcelo de Lima Henrique não assinalou pênalti - para o delírio dos azulinos.

Ficha técnica

Londrina x Remo
14ª rodada da Série B
Local: Estádio do Café – Londrina (PR)
Hora: 16 horas
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (MTR/RJ)
Árbitro Assistente 1: Eduardo Goncalves da Cruz (MTR/MS)
Árbitro Assistente 2: Márcia Bezerra Lopes Caetano (MTR/RO)
Quarto Árbitro: Elvio Kertelt Legnani (CD/PR)

Cartões Amarelos: Lucas Lourenço e Junior Pirambu (LON); Anderson Uchôa, Kevem, Pingo, Wallace e Renan Gorne (REM).

Gol: Gegê, 30/2T (LON).
 
Londrina: César; Ricardo Luz, Marcondes, Augusto e Felipe Vieira; Tárik (Jean Henrique), Marcelo Freitas e Celsinho (Gegê); Douglas Santos, Safira (Junior Pirambu) e Douglas Santos (Tiago Orobó e depois Pedro Cacho)
Técnico: Marcio Fernandes

Remo: Vinícius; Thiago Ennes, Romercio, Kevem, Igor Fernandes; Marcos Júnior (Arthur), Anderson Uchôa, Felipe Gedoz; Dioguinho (Wallace), Erick Flores (Renan Gorne) e Victor Andrade (Lucas Tocantins).
Técnico: Felipe Conceição.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES