Ex-atacante de Remo dispara sobre tratamento no Baenão: 'Me deram cheque sem fundo e carro velho'

Após sair do Baenão em 2015, Leandro Cearense atuou pelo Paysandu

Redação Integrada

Ex-atacante do Remo, o atacante Leandro Cearense revelou detalhes da história que culminou com a sua saída do Baenão, em 2015. "O que eles fizeram comigo... Eu não queria voltar. Não pensei em voltar nunca mais. Me pediram para fazer teste. Eu e o Val Baiano após a chegada do Caça-Rato. Teste?", questionou. Em 2014, Leandro havia feito oito gols com a camisa azulina, sagrando-se campeão paraense. Após o episódio, ele se transferiu para o Paysandu. Leandro, então, revelou que recebeu uma ligação do presidente azulino na época, Zeca Pirão. "Eles me deviam R$120 mil. Acertei com dois cheques de 20 (mil). O segundo cheque foi sem fundo", disse. 

Os problemas continuaram com a forma que a direção do Leão na época propôs o acordo final. "Me deram carro velho. Não andou um quilometro.  O carro me deu tanto trabalho para vender. Vendi por R$6 mil só", disparou. "Agora não coloquei o Remo na justiça. Acho que foi o único jogador de 2014 que não colocou o Remo na Justiça", disse. As declarações foram dadas durante o Programa Geral na Live, de Oliberal.com, realizado nesta quarta-feira (20).

ASSISTA AO BATE-PAPO ENTRE PIKACHU E LEANDRO CEARENSE

Aos 35 anos, Leandro Cearense teve uma passagem positiva pelo Papão. No total, em duas temporadas, marcou 25 gols. Ele mantém o desejo de voltar a atuar com a camisa bicolor. "Todo jogador paraense que jogar no Paysandu. Tenho vontade de voltar sim. Vou trabalhar muito para isso". 

Leandro atuou pelo Vila Nova-MG em 2020, marcando um gol do meio de campo que ganhou repercussão nacional. Ele ainda não sabe se retornará para Belo Horizonte, pois o seu contrato já expirou. "Estou em contato com outros clubes, treinando em casa. Acho que essa crise vai demorar para acabar". 

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES