Após pagamento do Remo, justiça mantém Rony como jogador do clube e nova audiência é marcada

Remo quer que o jogador se reapresente ao clube

Fabio Will

O caso Rony teve mais um capítulo nesta terça-feira (12). O jogador da base do Remo entrou na justiça alegando que o clube não havia honrado os pagamentos de salários nos anos de 2017 e 2018. O Remo efetuou o pagamento e mais uma vez a justiça indeferiu o pedido dos advogados do atleta, que querem desvinculação de Rony do clube de forma imediata.

A juíza Lea Helena Pessoa dos Santos Sarmento marcou uma nova audiência para o dia 10 de dezembro. A equipe de OLiberal conversou com o diretor jurídico do Remo, Pietro Alves Pimenta, que avaliou o caso.

“A juíza abriu prazo para que a defesa do Rony se manifeste sobe nosso pedido, para que o jogador se reapresente imediatamente ao clube. Avaliamos de forma positiva”, comentou.

De acordo com o diretor azulino, os advogados do lateral-esquerdo não contestaram os valores que o Remo depositou e autorizou o levantamento dos valores depositados.

A equipe de OLiberal entrou em contato com os advogados de Rony, mas até o momento não obteve resposta.

RONY

O jogador de 19 anos atuou em duas partidas pelo time profissional em 2019. Após a eliminação do Remo na Copa Verde, o atleta foi para a cidade de Barcarena (PA) e não retornou mais ao clube. Ele pede na justiça a liberação imediata do Remo.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES