Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Técnico do Paysandu lamenta o empate contra o Ypiranga e cita falta de opções no elenco bicolor

Márcio Fernandes falou da falta de opções para tentar modificar a partida com substituições

Fabio Will

O empate em 1 a 1 contra o Ypiranga-RS, na Arena Verde, deixou o Papão fora do G8. O clube bicolor não teve algumas peças para a partida e o técnico Márcio Fernandes, falou sobre isso em coletiva à imprensa e citou que o torcedor precisa saber as condições dos atletas para poder cobrar mudanças em campo.

“Sempre montamos uma equipe para vencer, mas o torcedor precisa saber, o Wesley é um atleta que fazia tempo que não jogava, estava desgastado, entramos com o Bruno, Danrlei o torcedor pede a entrada, mas não era pra ele estar aqui, mas como não tínhamos opções, falamos com o departamento médico e ele tinha condições de jogar 10 minutos. Isso precisa ser repassado ao torcedor, as opções eram pequenas hoje, estava no banco com dois zagueiros e é difícil mudar alguma coisa dentro do jogo”, disse.

VEJA MAIS

Paysandu tropeça e fica no empate contra o Ypiranga-RS pela Série C do Brasileiro; vídeo Papão não conseguiu passar pela defesa do time gaúcho e empatou a primeira jogando em casa nesta Série C

Paysandu contrata atacante que estava na Série B e assina com lateral que defendeu o Papão em 2021 Papão acertou as contratações e anunciou logo após o empate diante do Ypiranga-RS

CBF divulga tabela detalhada de mais cinco rodadas da Série C; veja os jogos de Remo e Paysandu Leão e Papão conheceram dias, horários e locais de suas partidas na Série C do Brasileirão

Márcio Fernandes afirmou que o Paysandu errou após o primeiro gol, ao “chamar” o adversário e assim dar chances ao Ypiranga na partida. Márcio citou a falta de pontaria do time, mas comemorou a forma como o time criou dentro da partida.

“A partir do momento em que fizemos o gol, estávamos marcando na frente e voltamos para marcar atrás e isso proporcionou ao Ypiranga o gol. No segundo tempo criamos, pressionamos bastante, mas mais uma vez não conseguimos colocar a bola para dentro, faltou isso. Não podemos dizer que o time não criou e isso não condiz com a verdade”, falou.

O comandante bicolor citou a volta do atacante Danrlei ao time e a importância dele para o grupo nesse momento.

“A finalização é o equilíbrio do jogador, ele precisa estar bem equilibrado para fazer a finalização da melhor maneira possível. O Danrlei quando teve a chance de gol, não estava nas melhores condições dele, veio para nos ajudar e colocamos dentro do tempo que o departamento médico nos proporcionou. Ele é um jogador que finaliza bem, mas quando não está 100% fica difícil cobrar”, finalizou.

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES