Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ídolo do Paysandu, Lecheva explica funções como coordenador técnico: 'É bem complexa'

Ex-jogador ainda será apresentado pelo clube na nova função

Andre Gomes / O Liberal

Apesar de ainda estar na disputa pela Copa Verde, o Paysandu já trabalha a reformulação interna, visando 2022. O primeiro nome a chegar ao clube é um velho conhecido: o ídolo Ricardo Lecheva, que assume um cargo diferente. Se nas passagens anteriores, o torcedor se acostumou a ver Lecheva como jogador ou treinador, agora o ex-volante será coordenador técnico.

Lecheva é o novo coordenador técnico do Paysandu e afirma: 'Terei um papel importantíssimo' Campeão pelo Papão, o ex-jogador e hoje treinador retorna para ajudar o time a se reestruturar

A equipe de O Liberal conversou com exclusividade com Lecheva, que explicou como funcionará a função: "Essa função é bem complexa, tendo diferentes aspectos de clube para clube. À princípio, estou chegando para sincronizar de forma mais dinâmica os departamentos de futebol e técnico e a diretoria. Teremos sim autonomia para discutir e opinar nomes para membros da comissão técnica, executivo e atletas. Mas todas essas funções serão ajustadas e alinhadas após minha apresentação", disse o ex-jogador.

Como jogador do Paysandu, Lecheva vestiu a camisa do clube entre 2001 e 2005. O ex-meia conquistou o tricampeonato paraense, a Série B, a Copa dos Campeões e a Copa Norte, além de ter feito parte da campanha na Libertadores de 2003. Já como técnico, Lecheva tem o melhor aproveitamento pelo clube nos últimos anos - 64 % dos pontos disputados -, além do acesso à Segundona, em 2012.

 

Veja a entrevista completa:

O Liberal: O que significa para você esse retorno à Curuzu? Por que decidiu em voltar ao Paysandu?

Ricardo Lecheva: "Todos sabem da minha ligação com o clube então essa volta tem um significado muito grande e fiquei muito feliz com o convite. Agora é hora de assumir mais esse desafio no clube do meu coração Paysandu".

OL: Você tinha a opção de seguir no Manaus em 2022:

RL: "Eu tinha contrato para 2022. O Amazonas se tornou como um filho pra mim. Fiz parte do nascimento desse clube em 2019, mas sou movido por desafios. Deixo o Amazonas, em apenas três anos de vida, com um título, na Série A do estadual e na Série D do Brasileiro".

OL: Você fez parte do período de ouro do Paysandu e tem uma identificação muito grande com a torcida. Como você enxerga esse carinho?

RL: "Agradeço a Deus todos os dias por ter participado desse momento histórico não do Paysandu somente, mas do futebol Paraense. Essa ligação e identificação com o clube e torcida me orgulha muito. Poucos atletas conseguem isso, principalmente hoje em dia. Sei que isso torna minha responsabilidade maior ainda. Mas ao mesmo tempo me motiva mais por saber que conto com o apoio e carinho do torcedor e da diretoria".

OL. O clube não passa por um bom momento. Como você avalia o atual cenário?

RL: "Eu digo sempre que o Paysandu já viveu momentos bem piores e deu a volta por cima. Hoje é um clube bem estruturado, com departamentos que não tínhamos na minha época. Tem uma vida financeira bem mais tranquila portanto não vejo um momento tão ruim. O Paysandu vem brigando e batendo na trave pra subir novamente, detalhes tem impedido. Quando subimos o time em 2012 para a Série B, o clube estava há sete anos na Série C, com quase três meses de salários atrasados. Isso sim era momento ruim. Vejo hoje um panorama bem mais tranquilo para se trabalhar".

OL: A torcida sempre pediu a presença de ídolos na atual gestão. De que forma a sua figura pode ajudar o clube - tanto interna e externamente?

RL: "A figura de um ídolo, alguém com identificação num clube traz no primeiro momento esperança de novos tempos e confiabilidade de que as coisas irão mudar pra melhor. Tenho ciência dessa responsabilidade e espero corresponder, pois serei o sentimento do torcedor a serviço do clube".

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES