Em Portugal, presidente do Paysandu tenta resolver impasse sobre zagueiro

Tony Couceiro tenta receber valores da negociação do zagueiro Pablo, cria da base bicolor

Redação Integrada

O Paysandu busca dinheiro para sanar as rescisões de jogadores e comissão técnica, além de honrar seus compromissos com funcionários do clube neste final de ano. O presidente do Papão, Tony Couceiro está em Portugal e tentará resolver a questão do repasse da transferência do jogador Pablo, cria da base bicolor.

Leia mais:

Paysandu envia contraproposta a time europeu por zagueiro cria da base

Paysandu encontra dificuldades para rescindir com atletas e comissão técnica

Câmara de Belém aprova mudanças e amplia tempo de venda de bebidas nos estádios

 

Pablo foi jogador do Paysandu, de 26 anos, foi revelado pelo Paysandu. O atleta jogou no Bicola de 2012 a 2017, quando acertou sua ida ao Marítimo de Portugal, onde atuou em 2017 e parte da temporada de 2018. O jogador se transferiu para o Braga, também de Portugal e o Paysandu tem um valor a receber entre 20 a 25% dessa última negociação.

Em Portugal para resolver problemas de sua empresa, o mandatário bicolor vai  reunir com o presidente do marítimo, Carlos Eduardo Pereira, para tentar receber o que o Paysandu tem direito da negociação do zagueiro Pablo. A diretoria jurídica do Papão já havia mandado uma contraproposta aos representantes do Marítimo, mas não tiveram retorno. 

Pelo Papão, Pablo conquistou os títulos do Parazão em 2013, 2016 e 2017, além da Copa Verde em 2016. O zagueiro também possui dois acessos para a Série B com a camisa alviceleste em 2012 e 2014.

Paysandu