Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Após ano conturbado, Paysandu aposta em profissionais identificados com o clube em 2022

Papão buscou técnico e coordenador de futebol que já passaram pelo clube e que conhecem a realidade da região e da Série C

Fabio Will / O Liberal

O ano de 2021 ainda não terminou, mas a diretoria do Paysandu já planeja e executa algumas ações para a próxima temporada, visando o tão sonhado acesso à Série B do Campeonato Brasileiro. O primeiro ano do presidente Maurício Ettinger à frente do clube alvceleste, o principal objetivo não foi alcançado, porém, algumas coisas mudaram em relação a 2021, começando por quem faz o futebol do Papão.

VEJA MAIS

Meia reforça responsabilidade de vitória azulina, antes do Re-Pa: 'O Remo entra com obrigação' Leão recebe o Paysandu neste sábado (4), às 17h, no Baenão na disputa por uma vaga na final da Copa Verde

Apesar da contratação de Márcio Fernandes, auxiliar do Paysandu garante autonomia no Re-Pa O clássico ocorre neste sábado (4), às 17h, no Baenão

O staff bicolor aos poucos vem ganhando peças importantes no cenário local e regional, com um “ingrediente” importante, que é a identificação com a instituição alviceleste. Foi dessa forma que o ex-jogador e técnico Lecheva, chegou ao Papão, agora em uma nova função, a de coordenador de futebol e com “carta branca” da direção.  Outra peça que pintou no Estádio da Curuzu é o técnico Márcio Fernandes, conhecedor da Série C, bicampeão do torneio e que já defendeu e foi campeão com a camisa bicolor quando jogador em 1981, além de já estar aclimatado com a cidade e a pressão das arquibancadas, pois esteve em Belém em 2019 comandando o Remo e viu de perto o calor da torcida bicolor nos clássicos pela Série C.

Goleiro do Paysandu reforça sobre foto com zagueiro ex-Remo: 'Antiga' Segundo Victor Souza, ele não participou de nenhuma despedida de Rafael Jansen, que é vizinho dele

Peças importantes 

Em 2021 o Paysandu apostou em três técnicos que não tiveram sucesso à frente do elenco bicolor, além de Ítalo Rodrigues, executivo que esteve à frente do Papão até o meio da temporada, mas que deixou o clube após receber proposta do CSA-AL, que está na Série B. À frente do time, à beira do gramado, o Bicola teve como treinadores em 2021 Itamar Schülle, Vinícius Eutrópio, além de Roberto Fonseca, todos eles tendo o primeiro contato com o Paysandu neste ano. Para o presidente do clube, Maurício Ettinger, a escolha foi por pessoas identificadas com o Papão. Outra peça importante é Fred Gomes, novo executivo do clube, que conhece o mercado norte-nordeste, já passou pelo Remo e sabe das peculiaridades do futebol paraense. 

“Lecheva é ex-jogador e com experiência em todo o futebol. Márcio Fernandes é um bom técnico, com excelente passado. A ideia é ter pessoas com conhecimento do clube e na região”, disse.

Nomes

A intenção da diretoria do Paysandu não é manter muitos jogadores dessa atual temporada para 2022, mas alguns nomes começam a aparecer no horizonte alviceleste projetando o time do ano que vem. Maurício Etinger citou dois atletas com quem pretende contar para a próxima temporada, como o meia José Aldo, além do atacante Marlon.

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES