Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Técnica que salvou atleta do nado artístico fala sobre o episódio: ‘Dois minutos sem respirar’

Anita Álvares desmaiou após concluir sua apresentação na final da modalidade no Mundial e foi retirada de maca

Aila Beatriz Inete

Após salvar a atleta do nado artístico Anita Álvares de um afogamento, a técnica da Seleção dos Estados Unidos, Andrea Fuentes, falou sobre o episódio e disse que chegou a ficar dois minutos sem respirar. A treinadora pulou na piscina depois de perceber que a norte-americana estava desacordada na água no final da série do Mundial de Esportes Aquáticos em Budapeste, na Hungria. 

“Foram dois minutos sem respirar e, com as pulsações a 180, você não quer ficar dois minutos sem respirar. Teve um momento que me assustei de verdade e, agora, estamos rindo as duas juntas. Ela está muito bem. Quinta-feira, ela vai descansar o dia todo e estará muito bem para a final de equipes”, contou a técnica à imprensa.

Americana desmaia no meio da piscina e é retirada de maca após final do nado artístico
Técnica pula na água para evitar afogamento de Anita Álvarez. Brasil tem resultados inéditos na natação feminina

Fuentes relatou como foi o momento em que percebeu que Anita precisava de ajuda. Segundo a treinadora, ela ainda tentou avisar os socorristas, mas eles não ouviram. 

“Falei: isso não é normal. Gritei para os socorristas para que pulassem na água, mas não ouviam ou não entendiam. Fui o mais rápido possível, como se fosse uma final olímpica. Quando a tirei, não respirava e tinha a mandíbula muito contraída. Foi um desmaio por esforço. Vimos onde estava o limite”, relatou Fuentes. 

A atleta já havia desmaiado em outra competição. No ano passado, no pré-olímpico do nado artístico, em Barcelona, Anita também passou mal. A mãe de Álvares confirmou que a filha tem histórico de desmaios. 

Anita conseguiu concluir a série e recebeu 87.6333 pontos, que lhe renderam a sétima colocação. O ouro ficou com a japonesa Yukiko Inui (95.3667), que superou a ucraniana Marta Fiedina (93.8000). Em terceiro ficou a grega Evangelia Platanioti (91.7667). 

(Aila Beatriz Inete, estagiária, sob supervisão de Pedro Cruz, coordenador do Núcleo de Esportes)

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES