Nos bastidores do Re-Pa, Paysandu tira melhor remadora do Clube do Remo

Bicolor também contrata atleta revelação da Associação Guajará, campeão brasileiro

Braz Chucre

O Campeonato Paraense de Remo [Regata] de 2021, ainda sem data para começar, porém, os bastidores seguem fervendo, principalmente entre os eternos rivais- Clube do Remo e Paysandu - que traçam guerra por atleta. Uma briga que alimenta o ego de cada um.

O Paysandu, por exemplo, sai na frente da disputa e anunciou Camila Serrão, considerada melhor remadora azulina. Camila, inclusiva, já postou com a camisa bicolor.

Além dela, o bicolor também contratou Luiz Henrique da Associação Guajará. Luiz Henrique, 18 anos, foi campeão brasileiro juvenil remando pelo Botafogo-RJ.

Camila Serrão, 26, tem passagens pela seleção brasileira, Esporte Clube Vitória da Bahia, Vasco da Gama, Botafogo do Rio de Janeiro. No currículo também conta título brasileiro e Sulamericano.

“O Paysandu fez contrato com os dois atletas mesmo sem saber se vai ter campeonato de regata. Então, vamos pagar suas transferências no momento certo”, diz Afonso Sarmanho, supervisor da garage náutica.

Sarmanho diz ainda que o Paysandu contrata, mas também libera remadores. “Estamos liberando do nosso plantel o Keven Cabral. O remador não tem mais vínculo com o clube”, confessa.

No dia 11 está marcada uma reunião da Federação de Remo [Fepar] com os clubes para discussão e aprovação do calendário de regata de 2021.

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES