Em meio a dificuldades, jovens paraenses esbanjam talento em torneio nacional de karatê

Péricles Nogueira e Maitê Honda Eluan foram destaques na competição

Andre Gomes

Os caratecas paraenses Péricles Nogueira, classificado para o sul-americano de karatê, e Maitê Honda Eluan, bicampeã da categoria kumitê kihon ipon, ganharam destaque no 20° Brasileirão da modalidade, em Porto Alegre. Segundo André Sampaio, sensei da Academia Machida, local de treino dos dois lutadores, os resultados apenas são apenas uma amostra do talento deles.

"É sempre bom estar acompanhando eles. Até porque eles sempre estão correspondendo às expectativas que temos em cima deles. Então, é na verdade um privilégio estar preparando dois atletas de tão bom nível”, comenta.

NADA DE OBSTÁCULOS

Por causa da idade – 10 anos –, Maitê não compete em torneios internacionais. Porém, ela enfrenta olhares tortos, por ser uma garota buscando se estabelecer no mundo das lutas. No entanto, cara feia não parece ser empecilho para a garota, como explica Renata Mendes, mãe de Péricles – 12 anos – e amiga de Stella Honda, mãe de Maitê.

"[Às vezes] um menino fala 'não, ela não vai [conseguir], porque é menina', mas aí ela mostra o contrário. A Maitê mostra o potêncial dela, ela mostra que pode ", comenta.

INÍCIO E SONHOS

Péricles e Maitê são amigos inseparáveis e apaixonados pelo karatê desde muito cedo. Apesar das dificuldades para conseguir parcerias e patrocínios, os atletas vão dando passos seguros rumo ao sucesso na modalidade. Eles até compartilham um mesmo sonho.

"O meu sonho é ser campeão mundial", afirma Péricles, que contou ser fã dos caratecas Kazuaki Kurihara, do Japão, e Rafael Aghayev, do Azerbaijão. "Meu sonho é conseguir melhorar cada vez mais, chegar num nível muito bom e ser campeã mundial e, um dia, chegar nas Olimpíadas", finaliza Maitê.

Mais Esportes