CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Confira 5 locais emblemáticos de Paris que receberão parte dos Jogos Olímpicos

Jogos Olímpicos começam em menos de um mês e locais marcantes de Paris serão palco da competição

Emilie Bickerton / AFP
fonte

Os Jogos Olímpicos de Paris servirão para mostrar todo o esplendor da Cidade Luz, com alguns de seus locais mais emblemáticos como cenário de várias competições que serão acompanhadas por milhões de espectadores pela televisão, de 26 de julho a 11 de agosto.

VEJA MAIS

image VÍDEO: Nadador desloca ombro ao comemorar classificação para as Olímpiadas de Paris
Rafael Fente-Damers se lesionou após comemorar por ter garantido uma vaga nas Olimpíadas de Paris de 2024

image Zé Roberto prevê jogos 'difíceis' na fase de grupos da Olimpíada de Paris-2024
Equipe feminina do Brasil conheceu os adversários do Grupo B dos Jogos Olimpícos

image Vôlei feminino: Brasil conhece rivais nas Olimpíadas de Paris 2024; confira os grupos
A seleção brasileira feminina de vôlei, atual líder do ranking mundial e bicampeã olímpica, está no Grupo B, ao lado de Polônia, Japão e Quênia

Torre Eiffel 

Símbolo da capital francesa, a Torre Eiffel será o local de disputa do vôlei de praia, uma das modalidades olímpicas mais populares.

O esporte será jogado em um estádio temporário diante do monumento, enquanto no Campo de Marte acontecerão as competições de judô e luta.

Rejeitada pelos parisienses quando foi apresentada pelo engenheiro Gustave Eiffel por ocasião da Exposição Universal de 1889, a Torre Eiffel se tornou uma das joias da capital francesa e um dos monumentos mais fotografados pelos milhões de turistas que visitam anualmente Paris.

Os medalhistas olímpicos levarão para casa uma pequena parte da torre, já que cada medalha contém 18 gramas de ferro original, extraído durante as diversas renovações que o monumento sofreu, e que foi derretido e forjado de novo para os Jogos Olímpicos.

imageTorre Eiffel (Pixabay)

Grand Palais 

As competições de esgrima e taekwondo terão como cenário a suntuosa galeria de arte do Grand Palais, uma obra-prima de aço e vidro criada para a Exposição Universal de 1900.

Sua característica mais marcante é a bela cúpula de vidro, a maior desse tipo na Europa, que cobre um espaço de exposição de 13.500 metros quadrados.

Durante a I Guerra Mundial, o Grand Palais armazenou sua coleção de arte e transformou suas galerias em um hospital militar onde os soldados eram tratados antes de voltar às trincheiras.

Já no século XXI, essa obra-prima arquitetônica abrigou exposições de alguns dos artistas mais renomados do mundo... e também foi inundada para se tornar a maior pista de patinação no gelo do mundo.

VEJA MAIS

image VÍDEO: Nadador desloca ombro ao comemorar classificação para as Olímpiadas de Paris
Rafael Fente-Damers se lesionou após comemorar por ter garantido uma vaga nas Olimpíadas de Paris de 2024


image Brasil sobe uma posição no ranking feminino da Fifa antes da Olimpíada de Paris 2024
A liderança pertence à Espanha, atual campeã mundial, que sustentou a boa vantagem na primeira colocação.


 

Place de la Concorde

A grande praça próxima à avenida Champs Elysées, onde cabeças literalmente rolaram durante a Revolução Francesa, será o centro dos chamados esportes urbanos.

Skate, basquete 3x3, BMX freestyle e o breakdancing, modalidade estreante no programa olímpico, serão disputados na praça localizada, cruzando o rio Sena, em frente ao museu de guerra dos Inválidos, onde Napoleão está enterrado.

Apesar do nome, a praça esconde um passado sangrento: lá foram guilhotinados o rei Luis XVI e sua esposa, Maria Antonieta, além de centenas de pessoas em 1793, durante o 'reinado do terror' logo depois da Revolução Francesa de 1789.

A maior praça da capital francesa tem como elemento emblemático um obelisco dourado, um dos dois que o imperador Ramsés II mandou construir do lado de fora do templo de Luxor, que foi dado de presente a Paris em 1830.

Palácio de Versalhes 

A alguns quilômetros ao sudeste de Paris está o majestoso Palácio de Versalhes, onde ocorrerão as provas de equitação (tanto adestramento como salto), o pentatlo moderno e será um dos trechos do circuito da maratona.

Originalmente pensado como um pavilhão de caça, no século XVII, Luís XIV, conhecido como 'Rei Sol', transformou Versalhes na casa da realeza francesa, onde viveria com cerca de 10.000 cortesãos.

Os enormes jardins do palácio incluem um canal de um quilômetro de comprimento que já foi palco de festas extravagantes, incluindo gôndolas à vela.

Desde 1979, esse complexo é considerado Patrimônio da Humanidade e também um dos lugares favoritos dos turistas que visitam Paris.

image Palácio de Versalhes (Andreas H. / Pixabay)

Marselha 

Nem todas as competições serão disputadas na capital. As provas de iatismo serão disputadas em Marselha, a segunda mais populosa do país e conhecida em toda a Europa por seu time de futebol, o Olympique, o único clube francês que conquistou a Liga dos Campeões da Europa.

Mais de 300 atletas de todo o mundo disputarão medalhas nas águas do Mediterrâneo, ao lado da nova marina construída à beira da Corniche, uma avenida beira-mar que é um dos lugares mais belos do país.

É improvável que os barcos olímpicos tenham que enfrentar o poderoso mistral, o vento que normalmente sopra forte no inverno e na primavera.

Marselha, que também receberá 10 partidas de futebol em seu famoso estádio Velodrome, foi o ponto de chegada da chama olímpica e marcou o início do percurso da tocha pela França em 8 de maio.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Mais Esportes
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES