Tradição: Tabelão do Amazônia dá espaço e visibilidade para o futebol pelada paraense

Há mais de oito anos o espaço nas páginas do jornal Amazônia reúne resultados e divulga os campeonatos amadores da região

Aila Beatriz Inete

Há 22 anos o Jornal Amazônia começou a circular pela Região Metropolitana de Belém. O impresso, desde sempre, esteve muito próximo aos leitores. Como o esporte é uma paixão dos paraenses, um dos exemplos que aproximam o público do impresso é a coluna “Tabelão do Amazônia”, um espaço direcionado para a divulgação do futebol amador praticado no estado. 

A coluna existe há cerca de oito anos e surgiu pequena, com apenas 20 linhas. Mas, hoje, o “Tabelão do Amazônia” já ocupa uma página inteira do Jornal. 

“Em 2014 já tínhamos ela. A ideia surgiu quando o antigo editor-geral, Antônio Carlos Pimentel, juntamente com o saudoso Paulo Roberto, me concederam um pequeno espaço para divulgar alguns jogos amistosos da grande Belém que eu e outros árbitros apitavam e não tinha divulgação”, relembrou o árbitro Edmundo Neves, que é o curador do Tabelão.  

Edmundo contou que é incrível como as pessoas recebem a coluna. Segundo ele, os leitores acompanham, questionam tudo o que sai em cada edição e são fiéis ao conteúdo. Ele ressaltou que o Amazônia é um dos poucos jornais que dá espaço para quem faz o futebol pelada.   

“[A coluna] é importante para o futebol amador. É o único dos três jornais da capital, talvez do Estado, que toda semana, às terças-feiras e sábados, divulga uma página inteira de resultados e fotos de campeonatos, não só de Belém, como de todo o Pará. O que ajuda os coordenadores das competições, times, que às vezes sabem dos placares lendo no Tabelão do Amazônia, que todo como diz o slogan, todo mundo lê”, ressaltou Edmundo. 

Reconhecimento

Romulo Venâncio, responsável por organizar a Liga Tenoné, na Região Metropolitana de Belém, é leitor e tem um carinho especial pelo “Tabelão do Amazônia''. Ele ressaltou que é justamente este espaço que divulga os campeonatos amadores e isso ajuda no crescimento das competições.   

“O Tabelão da Amazônia é de grande importância porque dá uma grande visibilidade para as competições de futebol amador, para a nossa liga, para os jogadores e clubes. As fotos que saem no jornal são um atrativo e chama mais pessoas para participarem dos torneios”, afirmou Romulo. 

tabelão do amazônia

Como todos sabem, o futebol, assim como o esporte, em geral, é responsável por criar laços e fortalecer vínculos. Romulo relatou que fez muitas amizades com as competições e que, certa vez, uma foto, com esses amigos, saiu no jornal. Segundo ele, foi um dos registros da coluna que mais ficou marcado na memória. 

“No ano passado eu e outras pessoas que ajudam na organização das competições aparecemos no jornal e isso foi um marco para mim, porque quem trabalha nos jogos é de suma importância. Então essa foto foi muito importante para mim, pois foram amizades que o futebol me deu”, finalizou.

O futebol deixa marcas e memórias especiais para os amantes da modalidade. Assim como os campeonatos profissionais são jogados com seriedade, as ligas de futebol pelada também são levadas a sério e merecem ser registradas. E é por isso que o Jornal Amazônia, há mais de oito anos, dá espaço para o esporte amador da nossa região.

(Aila Beatriz Inete, estagiária, sob supervisão de Pedro Cruz, coordenador do Núcleo de Esportes)

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES