Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pleno do STJD aceita recurso e devolve pontos do Brusque perdidos em caso de racismo contra Celsinho

Com a decisão, o clube de Santa Catarina subiu para a 14ª posição, com 44 pontos. Decisão acontece na antevéspera do Dia da Consciência Negra

O Liberal

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) deu parecer favorável ao Brusque e anulou, nesta quinta-feira (18), a perda de pontos da equipe no Campeonato Brasileiro Série B. O orgão julgava o caso de racismo contra o meia Celsinho, do Londrina, que ocorreu no dia 20 de agosto. Com a decisão, o clube de Santa Catarina subiu para a 14ª posição, com 44 pontos.

O recurso do Brusque foi parcialmente aceito pela corte. Os jurados retiraram a perda de pontos do clube catarinense em troca da perda de um mando de campo, mas mantiveram as punições financeiras. O dirigente Júlio Antônio Petermann, autor das agressões a Celsinho, deve pagar R$ 30 mil à Justiça e passar 360 dias sem poder exercer o cargo, enquanto o Brusque foi apenado em R$ 60 mil. 

Assista ao julgamento na íntegra

O caso de racismo ocorreu na partida entre as duas equipes na Série B. Celsinho afirmou que foi chamado de "macaco" por Júlio Antônio Petermann, presidente do Conselho Deliberativo do Brusque. Na súmula, o árbitro Fábio Augusto Santos Sá relatou que o meia ouviu a frase "vai cortar esse cabelo, seu cachopa de abelha".

O Brusque vive situação complicada na Segundona e, por isso, buscava reaver os pontos perdidos. Antes do julgamento, a equipe catarinense estava na 15ª posição com 41 pontos, mesma pontuação do Londrina, primeiro time da zona do rebaixamento. 

O resultado do julgamento também torna complicada a situação do Remo no campeonato. Com a devolução dos pontos ao Brusque, a equipe quadricolor descola da briga contra o rebaixamento. Agora a distância entre as equipes é de três pontos. O clube do Pará segue na 16ª posição, uma acima da zona de rebaixamento, com 41 pontos.  

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES