Paysandu x Remo: titãs se encontram em jogo mais decisivo dos últimos 20 anos da história do clássico

Se o Papão vencer, estará na Série B. Caso a vitória seja do Remo, também pode se garantir matematicamente

Nilson Cortinhas

A partir das 18h, no estádio Mangueirão, pela penúltima rodada do quadrangular final da Série C, Paysandu e Remo farão o clássico mais decisivo da história - considerando estritamente as duas últimas décadas (mais detalhes a seguir).

Se o mandante, que é o Paysandu, vencer, estará classificado para a Série B de forma antecipada - atingiria 10 pontos e poderia ser alcançado e ultrapassado apenas por um dos concorrentes. Como se classificam dois, o Papão estaria garantido. 

Caso o Remo volte a vencer o clássico, também tem amplas possibilidades de obter a vaga ainda nesta rodada - dependeria de um empate entre Londrina e Ypiranga ou de uma vitória do time de Erechim (os adversários jogam a partir das 20h).

Na hipótese de clássico empatado, o clima de apreensão se estenderá para a sexta e última rodada do quadrangular. Tem muita coisa em jogo...  

Times 

Há problemas dos dois lados da Almirante Barroso. Do lado do Paysandu, o lateral-direito titular, Tony, recebeu cartão vermelho no último jogo - ironicamente, foi expulso quando já havia sido substituído. O elenco bicolor da temporada 2020-2021 não tem substituto da posição para Tony. Portanto, há especulações sobre o que o treinador João Brigatti pode fazer. A hipótese provável é a improvisação de Wylliam. Nas demais posição, o time tende a ser o mesmo que empatou, sem gols, com o Londrina, no estádio do Café.

Do lado azulino, o treinador Paulo Bonamigo tem um problema persistente no miolo de zaga - Rafael Jansen, lesionado, não tem presença 100% garantida. Na vaga dele, Fredson e Gilberto Alemão estão à disposição.

Em 2000... 

A expressão de que se trata do clássico mais importante dos últimos 20 anos se apoia no seguinte raciocínio: nenhum clássico anterior dava vaga numa competição tão relevante (no caso a Série B), excetuando-se um disputado em 2000, que valia uma posição na então Série A - intitulada Módulo Azul. Naquela oportunidade, o vencedor foi o Clube do Remo, comandando por Paulo Bonamigo - o atual comandante azulino.  

 

Ficha Técnica 

Paysandu - Paulo Ricardo, Wesley Matos, Perema, Micael; Wylliam, PH, Wellington Reis, Juninho e Diego Matos (Bruno Collaço); Vitor Feijão e Nicolas. Treinador: João Brigatti 

Remo - Vinícius; Ricardo Luz, Mimica, Fredson (Rafael Jansen) e Marlon; Lucas Siqueira, Charles (Júlio Rusch) e Felipe Gedoz (Eduardo Ramos); Hélio Borges, Tcharlles e Salatiel. Técnico: Paulo Bonamigo

Local: Estádio Mangueirão 

Horário: 18h

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (FIFA-GO) e Bruno Raphael Pires (FIFA-GO)

Quarto árbitro: Andrey da Silva e Silva (PA)

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES