Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Há 10 anos Cametá conquistava o segundo título do Parazão para o interior do estado; relembre

No dia 13 de maio daquele ano, o Mapará 'Remoso' empatou com o Remo pelo placar de 2 a 2, diante de um Mangueirão lotado, sacramentando a conquista inédita para o município

Luiz Guilherme Ramos

Em mais de 100 anos de história, o Campeonato Paraense foi vencido por times do interior em duas ocasiões. Este ano, no dia 13 de maio, completam-se 10 anos de uma das conquistas mais emblemáticas do Parazão, quando o Cametá, do alto dos seus cinco anos de fundação, levantou a taça mais importante do futebol paraense, calando milhares de torcedores na grande final, realizada no Mangueirão. 

Em 2012, o Cametá fora comandado pelo técnico Sinomar Naves e tinha um elenco formado basicamente por nomes regionais. Anos mais tarde alguns atletas daquele elenco ascenderam, caso de Ricardo Capanema, que compunha a cabeça de área cametaense com Julio César, tendo no meio campo Ratinho e Soares. 

VEJA MAIS

Cametá no Cametá: novo técnico do campeão estadual de 2012 tem o mesmo nome do clube Equipe vai disputar a Série B do Parazão


Há nove anos, Cametá desbancava o Remo para se tornar o campeão paraense de 2012 Decisão no Mangueirão contou com gols nos minutos finais para dar a taça ao Mapará


 

A construção da jornada vitoriosa teve como fator decisivo o primeiro turno, onde o time terminou a fase classificatória na segunda posição, o que levou à decisão diante do Águia. O Mapará venceu o time marabaense e garantiu vaga na final do campeonato, depois encerrar o segundo turno na penúltima posição, enquanto o Remo sagrava-se vencedor do segundo turno. 

A grande final foi decidida em dois jogos. O primeiro foi realizado no dia 7 de maio, no Mangueirão, com arbitragem do paraense Dewson Fernando Freitas da Silva. A vitória foi do Cametá, pelo placar de 2 a 1, gols de Gil e Rafael Paty. No lado azulino, quem descontou foi o jovem meia Reis. O segundo momento também aconteceu no templo do Benguí, no dia 13 de maio. 

Confira os melhores momentos da decisão:

Naquele segundo e último jogo, cerca de 32 mil pessoas lotavam as arquibancadas do Mangueirão, um caldeirão ensurdecedor, testemunha do primeiro gol remista marcado por Juan Sosa e o segundo com Fábio Oliveira. Até ali o título era azulino, mas há cinco minutos do fim, Garrinchinha descontou para o Cametá, igualando o placar agregado, enquanto Soares, de bola parada, empatou o jogo, dando o título inédito ao Cameta.

Ficha técnica da final:
 

Remo 2 x 2 Cametá

Local: Estádio Mangueirão

Data: 13.05.2012

Horário: 17h

Cartões amarelos

Remo: Diego Barros, Betinho, André, Edinho, Fábio Oliveira, Juan Sosa (Remo).

Cametá: Evandro, Ricardo Capanema, Soares, Romário e Garrinchinha

Cartões vermelhos

Ricardo Capanema (Cametá) e Fábio Oliveira (Remo)

Gols: Juan Sosa 1'/2T, (Remo) Fábio Oliveira 25'/2T (Remo); Garrinchinha 40'/2T (Cametá) e Soares 44/2T (Cametá).

Remo: Adriano; Cássio (Aldivan), Edinho, Diego Barros e Juan Sosa; André, Adenísio, Betinho e Marciano (Jayme); Fábio Oliveira e Cassiano (Joãozinho).Técnico: Flávio Lopes.

Cametá: Evandro; Pedro Henrique, Romário, Gil Cametá e Souza (Garrinchinha); Júlio César, Ricardo Capanema, Ratinho e Soares; Rafael Paty e Jailson (Marcelo Maciel). Técnico: Sinomar Naves.

 

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES