Saiba como usar o passe livre no dia da eleição

Governo do Estado publica decreto explicando como vai funcionar a gratuidade no transporte

O Liberal
fonte

O Governo do Pará publicou o Decreto 2.695, na terça-feira (18), que autoriza a utilização, de forma gratuita, do transporte coletivo intermunicipal rodoviário e fluvial, pelos eleitores para realizar o processo de votação no segundo turno das eleições, no domingo, 30 de outubro.

VEJA MAIS

image STF vota e libera oferta gratuita de transporte público nas eleições nesta quarta-feira (19)
Tribunal analisa em plenário virtual a decisão individual do ministro Luís Roberto Barroso

image Segundo turno: Governo do Pará garante gratuidade no transporte fluvial e rodoviário
Informação foi publicada pelo próprio governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), em suas redes sociais

image Prefeitura de Belém vai garantir transporte gratuito aos eleitores no segundo turno
Pronunciamento foi feito nas redes sociais. Reportagem aguarda retorno das prefeituras de Ananindeua e Marituba.

O decreto autoriza a utilização, de forma gratuita, do transporte coletivo intermunicipal rodoviário e fluvial de passageiros, “ao cidadão que precise se deslocar exclusivamente entre os municípios do Estado do Pará para ir ao seu domicílio eleitoral e a dele retornar”.

A autorização do passe livre é válida entre as 7h do dia 29 de outubro de 2022 até as 7h do dia 31 de outubro de 2022.

Saiba como usar a gratuidade no transporte

Para utilizar o passe livre, o eleitor terá que apresentar o título de eleitor, o e-Título ou, alternativamente, “qualquer meio idôneo, físico ou eletrônico, que comprove a identidade e o local de votação do usuário”.

Já a utilização do transporte para a saída do município onde o eleitor tem domicílio eleitoral, está condicionada a apresentar o comprovante de votação e a utilização da gratuidade para o trecho de ida.

Em relação às empresas, o decreto do Executivo afirma que elas serão “devidamente ressarcidas dos custos que tiverem em razão da gratuidade prevista por este Decreto, na forma e no cálculo a serem definidos pela Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará (Arcon).

Para terem direito ao ressarcimento, as empresas “deverão apresentar, no prazo previsto em regulamento, relação em que constem o nome, o número de identificação, a origem e destino, o respectivo valor das passagens dos beneficiários do transporte gratuito, para o devido ressarcimento”.

A fonte das despesas decorrentes do passe livre será o orçamento da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster).

Como fica em Belém

O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, publicou, na terça-feira (18), um vídeo nas redes sociais garantindo que a capital terá passe livre e que estava assinando o decreto, mas, até a publicação desta matéria, o documento não havia sido publicado.

Mas a PMB explicou que o passe livre em Belém passará a valer a partir das 4h da manhã do domingo, 30, até as 23h59 do mesmo dia. Também ficará estabelecido que as empresas de ônibus atuem com a frota normal, a mesma utilizada em dias úteis.

Eleições
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS EM ELEIÇÕES

MAIS LIDAS EM ELEIÇÕES

1

Saúde do presidente

Erisipela de Bolsonaro: Carlos Bolsonaro posta foto da perna do pai com lesão; veja

Carlos Bolsonaro afirma que ferida causada por infecção está cicatrizando

2

POLÍTICA

PEC da Transição: relatório propõe Bolsa Família fora do teto por 2 anos e fixa valor em R$ 198 bi

Se aprovado na Comissão, o texto vai para votação no plenário do Senado na quarta-feira (7)

3

Assédio

Vereadora é abraçada e beijada à força durante sessão na Câmara de Florianópolis; vídeo

Carla Ayres (PT) discutia um projeto de lei com Marquinhos da Silva (PSC), quando foi abordada pelo vereador. Após a repercussão, Marquinhos pediu desculpas

4

transição

Veja quem são os futuros ministros do Governo; nomes foram anunciados por Lula nesta sexta

Foram confirmados os nomes de Fernando Haddad, Flávio Dino, Rui Costa, José Múcio e Mauro Vieira