Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Prefeitura de Belém e Movimento de Emaús abrem seleção para alfabetizadores; veja como se inscrever

As inscrições iniciaram nesta quinta-feira (21) e encerram na próxima segunda (25)

Luciana Carvalho

A Prefeitura de Belém firmou convênio com o Movimento de Emaús e abriu seleção para a contratação temporária de 92 alfabetizadores e educadores da educação especial/inclusiva e mais 08 vagas para coordenadores. As contratações serão para atender as primeiras 80 turmas do Movimento Alfabetiza Belém.

As inscrições iniciaram nesta quinta-feira (21) e encerram na próxima segunda (25). Os candidatos podem se inscrever através do envio de documentações para os e-mails disponíveis no edital publicado no site do Movimento de Emaús. O resultado da seleção será divulgado a partir das 18h do dia 29 de abril.

VEJA MAIS

Sedeme abre vagas temporárias para salários a partir de R$ 1.200; veja os cargos
PSS (Processo Seletivo Seriado) será reaberto nesta segunda-feira (11). As inscrições podem ser feitas no site da Sedeme

Hospital Geral de Tailândia abre vaga para PcD para o cargo de auxiliar administrativo; veja
Os candidatos podem enviar currículos até a próxima quinta-feira (07)

No ato da inscrição, o(a) candidato(a) deverá escolher apenas uma entidade organizadora para a qual irá concorrer à vaga, observando as especificidades de cada uma. O preenchimento das vagas será feito conforme a formação de turmas do Movimento Alfabetiza Belém, seguindo a ordem de classificação.

Remuneração

Será destinada uma remuneração pelo período de cinco meses para custeio das despesas realizadas no desempenho da atividade nos valores de R$ 650 para Alfabetizadores(as) e Educadores(as) da Educação Especial e R$ 800 para Coordenadores(as).

Requisitos

Os candidatos que optarem em se inscrever para o cargo de Alfabetizador(a) devem possuir graduação em nível superior ou estar matriculado e ter integralizado 50% de qualquer curso de licenciatura reconhecido pelo MEC. Para os que optarem pela vaga de Coordenador(a), o requisito é ser diplomado (a) em qualquer curso de graduação.  E para o cargo de Educador(a) da Educação Especial e Inclusiva, o candidato deverá ser graduado(a) ou está matriculado (a) e ter integralizado 50% no curso de Letras/Libras ou Pedagogia, reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC).

Também há oportunidades para candidatos(as) filhos(as) de servidores(as) para atuarem como alfabetizador(a). Estes devem estar graduados(as) ou matriculados(as) e ter integralizado 50% de qualquer curso de licenciatura reconhecido pelo MEC.

Maiores informações sobre as vagas ofertadas podem ser encontradas no edital disponível no endereço eletrônico do Movimento de Emaús.

(Luciana Carvalho, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política.)

 

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA