Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mulheres recebem cursos gratuitos de estéticas em Belém

Projeto “Donas de Si” promove qualificação profissional

Emilly Melo

O programa de qualificação profissional “Donas de Si”, promovido pela Prefeitura de Belém, iniciou mais duas turmas do curso de design de sobrancelhas, embelezamento de cílios e unhas de fibra, voltado para mulheres chefes de família. 

VEJA MAIS

Especialização em Autismo na UFRA começará em dezembro; vídeo
Professora Flávia Marçal, coordenadora do projeto, dá detalhes acerca dessa iniciativa aprovada pelo MEC

Curso capacita profissionais de segurança pública para enfrentamento à violência contra mulher no Pará
Formação conta com a participação de 45 agentes entre polícias militares e civis, guardas municipais e bombeiros militares.

Programa Donas de Si certifica mais 15 mulheres em curso de qualificação da prefeitura de Belém
Essa foi a segunda turma concluída desse curso

As vagas foram preenchidas por alunas que se inscreveram pelo site do Banco do Povo de Belém, na chamada pública realizada pela instituição no último dia 6 de setembro. As aulas são realizadas no Centro de Educação Profissional Belém (CEP Belém), do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), que foi contratado pela prefeitura, por meio do Banco do Povo de Belém. 

Moradora do bairro do Parque Verde, Perla mantém a família com os serviços de manicure e do Auxílio Brasil. "Meus filhos têm 7, 12 e 16 anos. Precisam muito de mim. Sou só eu e eles. Preciso manter a casa, não deixar faltar nada", conta. Com o aprendizado de unha de fibra, Perla poderá lucrar de R$ 120 a R$ 150 por cliente.

Para a coordenadora-geral do Banco do Povo de Belém, que realiza o projeto, Georgina Galvão, o programa busca apoiar prioritariamente mulheres devido serem chefes de família na maioria dos lares. No entanto, o programa também contempla homens e LGBTQIA+. Os certificados emitidos são válidos em todo o território nacional. 

 O Senac foi contratado para ministrar 26 cursos de diferentes áreas de conhecimento com a oferta de 1.115 vagas até 2023.

Além das mais de 200 vagas preenchidas em duas inscrições que foram abertas à população, o Banco tem direcionado turmas para o atendimento de pessoas beneficiadas pelos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) de Belém, especialmente pessoas em condição de vulnerabilidade social que são beneficiárias de programas de transferência de renda, em especial o Bora Belém mantido pela Prefeitura.

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Hamilton Braga, coordenador do Núcleo de Política)

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA