Benefícios do INSS acima de um salário mínimo terão reajuste; veja como ficam os valores

Com alta a partir do INPC, o teto dos benefícios do Instituto passará de R$ 7.087,22 para R$ 7.507,49

O Liberal
fonte

Os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem aposentadorias ou pensões acima do salário mínimo terão reajuste de 5,93% em sua remuneração, após divulgação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) no dia anterior, usado como referência para o reajuste. Com isso, o teto dos benefícios do Instituto passará de R$ 7.087,22 para R$ 7.507,49. As informações são do G1.

VEJA MAIS

image Segurados do INSS não se animam com aumento do mínimo, que também atinge benefícios
Para os beneficiários, valor é muito pequeno e pouco representa na prática

image Aposentados do INSS recebem benefício com reajuste a partir deste mês; confira datas
Primeiro recebem os segurados que ganham até um salário mínimo, até o dia 7 de fevereiro

O percentual de ganho vale apenas para quem estava recebendo os pagamentos no dia 1º de janeiro do ano passado, enquanto os segurados que começaram a receber benefícios do INSS a partir de fevereiro de 2022 terão percentual menor de reajuste porque não garantiram os valores nos 12 meses de pagamentos. Ou seja, quanto mais tarde for a data de início do benefício no ano passado, menor o percentual de reajuste.

Confira como ficam os índices de acordo com o mês:

  • Janeiro: 5,93%
  • Fevereiro: 5,23%
  • Março: 4,19%
  • Abril: 2,43%
  • Maio: 1,38%
  • Junho: 0,93%
  • Julho: 0,30%
  • Agosto: 0,91%
  • Setembro: 1,22%
  • Outubro: 1,55%
  • Novembro: 1,07%
  • Dezembro: 0,69%

Veja como ficam as simulações de valores:

  • R$ 1.400 para R$ 1.483
  • R$ 1.500 para R$ 1.589
  • R$ 1.600 para R$ 1.695
  • R$ 1.700 para R$ 1.800
  • R$ 1.800 para R$ 1.906
  • R$ 1.900 para R$ 2.012
  • R$ 2.000 para R$ 2.118
  • R$ 2.100 para R$ 2.224
  • R$ 2.200 para R$ 2.330
  • R$ 2.300 para R$ 2.436
  • R$ 2.400 para R$ 2.542
  • R$ 2.500 para R$ 2.648
  • R$ 3.000 para R$ 3.178
  • R$ 3.500 para R$ 3.707
  • R$ 4.000 para R$ 4.237
  • R$ 4.500 para R$ 4.767
  • R$ 5.000 para R$ 5.296
  • R$ 5.500 para R$ 5.826
  • R$ 6.000 para R$ 6.356
  • R$ 6.500 para R$ 6.885
  • R$ 7.000 para R$ 7.415

E quem ganha um salário mínimo?

O INSS aponta que, dos 36 milhões de benefícios pagos, 23 milhões recebem o valor do salário mínimo. No caso de quem ganha o benefício neste valor, o piso nacional passou de R$ 1.212 para R$ 1.302 desde o dia 1º de janeiro - reajuste de 7,42%, acima do INPC fechado de 2022. Por lei, aposentadorias, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte pagas pelo INSS não podem ser inferiores a um salário mínimo.

Posteriormente, no entanto, o governo anunciou que o salário mínimo será de R$ 1.320, e não de R$ 1.302, ou seja, reajuste de 8,91%. Esse valor está previsto no Orçamento, que ainda não foi sancionado pelo presidente Lula (PT). Até que isso aconteça, fica valendo o valor de R$ 1.302. Em 2022, o reajuste foi de 10,16% para beneficiários do INSS que recebem acima de um salário mínimo. Já para quem ganhava um salário mínimo, o percentual foi de 10,18%.

Economia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA