Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

‘Vejo Jesus mais em gays do que em religiosos’, rebate Andressa Urach sobre críticas de evangélicos

A própria empresária culpa a igreja que frequentava por afastar o público homossexual

Com informações da Coluna Leo Dias

Desentendimentos internos fizeram com que os laços afetivos entre Andressa Urach e a Igreja Universal fossem rompidos desde novembro do ano passado. Ela acredita que ‘determinadas atitudes praticadas pela Igreja Universal não estão em conformidade com os ditames bíblicos’.

LEIA MAIS: Andressa Urach volta a criticar Igreja Universal: 'lavagem cerebral'

'Os fariseus (religiosos) são covardes, dissimulam santidade', diz Urach

Andressa Urach se irrita com repercussão de post: 'Tô pegando um nojo de crente'

Longe do templo religioso, a empresária tem recomeçado uma ‘nova’ vida, e tem aprendido a lidar com excesso de críticas de alguns seguidores evangélicos. Urach foi a convidada do programa ‘Resenha Proibidona’, apresentado pelo comunicador Dedé Galvão.

Durante o bate papo, Andressa contou sobre como as instituições religiosas, como a que ela fazia parte, aceitam homossexuais. “Na Bíblia fala que Jesus chamou os religiosos de raça de víboras, porque eles colocam fardos tão pesados nas pessoas fazendo com que elas se sintam indignas de Deus”.

“Eu amo o público gay. São [as] pessoas em que eu mais vejo o caráter de Jesus. São carinhosos, amigos, leais. Eu vejo mais o caráter de Jesus em gays do que em muitos religiosos. Os gays têm que ser respeitados, os seus desejos sexuais não interferem no seu relacionamento com Deus, pois é individual”, afirmou.

A própria Miss Bumbum culpa a igreja que frequentava por afastar o público homossexual. “Jesus ama todos os gays e é por causa dos religiosos que as pessoas acabam não [o] conhecendo”.

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA