Paula é intimada a depor sobre intolerância religiosa na próxima quarta-feira, dia 17

Vencedora foi intimada a depor por injúrias contra o ex-participante negro Rodrigo

Redação Integrada

A vencedora do BBB19, Paula, foi intimada a depor na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) para a próxima quarta-feira, dia 17. A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga Paula por injúria de preconceito baseada em intolerância religiosa dentro da casa do reality da TV Globo contra Rodrigo.

Leia mais:

Gleici relembra vitória no BBB18 e fala em 'sociedade adoecida' após Paula ganhar

Mãe de Rodrigo França tomou antidepressivo após ataques racistas contra o ex-BBB

Segundo informações do jornal Extra, o delegado Gilbert Stivanell a advogada de Paula, que é a irmã da ex-BBB, já recebeu a intimação para comparecer para dar o depoimento, que pode ser antecipado para terça.

Durante entrevista coletiva, após o programa, Paula disse que não tinha noção do que estava acontecendo fora do BBB. "Não sei bem o que fiz e falei. Só tenho noção de que falo coisas desnecessárias 24 horas por dia. Vou me retratar com todo mundo. Fui eu mesma e não medi as palavras", declarou.

Em uma conversa com Diego e Hariany, durante o BBB, Paula falou que tinha medo de Rodrigo fazer algo contra ela por conta do "negócio de Oxum" e afirmou ainda que "nosso Deus é maior".

Televisão