Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Soul Amazônia' mistura percussão, dança e poesia no palco do Waldemar Henrique

Será indispensável a apresentação do cartão de vacinação contra a covid-19 para ingressar no evento

Bruna Lima

O público vai poder conferir uma programação musical, nesta terça-feira (5) com o show “Soul Amazônia” do cantor e compositor Eduardo Branco e os Tambores Encantados. O show conta com várias participações e vai ocorrer no Teatro Waldemar Henrique, a partir das 19h30. O ingresso custa R$20,00, mas estudantes pagam meia.

Sobre o show, Eduardo Branco explicou que o espetáculo faz uma viagem nos ritmos e nos sons produzidos pelos tambores. O público vai conferir Carimbó, Boi Bumbá, Lundu, Marabaixo, Brega, entre outros ritmos do norte do país. Eduardo diz que 90% do repertório tem música autoral e 10% são de clássicos que marcam essa diversidade de ritmos.

E para compor o espetáculo, o grupo convidou Alba Mariah, Márcio Macedo, Sammliz, Santi López e o grupo Vivencia percussiva da Marambaia. Eduardo explica que o projeto " Eduardo Branco e os Tambores Encantados" juntamente de Antônia Conceição e Flávio Gama, o qual formam o trio, começou no mês de fevereiro deste ano, quando Eduardo fez uma passagem por Belém e aqui ficou.

“Antes da pandemia eu estava morando em São Paulo, mas quando tudo isso começou eu fui para a casa dos meus pais em Manaus, lá eu fiquei. Mas em fevereiro deste ano eu vim a Belém com a intenção de fazer uma passagem rápida, mas as coisas foram acontecendo e acabei ficando”, disse Eduardo.

O artista esteve em contato com Flávio Gama e com Antônia e começaram a realizar algumas apresentações em casas de shows. Foi quando decidiram montar o trio. E como forma de celebrar esse momento, o trio resolveu fazer a apresentação no teatro, que é um espaço diferenciado, como forma de ganhar um novo público.

“A gente escolheu o Waldemar Henrique porque é um espaço que gostamos e essa apresentação é uma forma de celebrar o que a gente vem construindo nesse período”, destacou Eduardo.

O show tem produção de Milton Miranda Jr e artístico de Andrey Alves. O espetáculo envolve dança, música, percussividade e poesia.

O nome Soul Amazônia é do primeiro EP do trio, mas que ainda está em fase de produção. A ideia é de lançar até o final do ano.

Eduardo Branco é um artista sem amarras, ele já morou em alguns lugares do Brasil como São Paulo, Rio de Janeiro e Manaus, onde nasceu. Ele começou na música em corais da igreja. Depois, montou sua primeira banda em Manaus e não parou mais.

Em 2009, deu início à carreira solo e lançou o álbum Vida de Artista. Em 2016 lançou o segundo, chamado “Algo Mais”. Com relação a essa vida desprendida, o artista disse que está em Belém e pretende manter o projeto, já que está conseguindo movimentar a cena.

“No momento eu estou em Belém e pretendo permanecer, que pode ser por dez anos ou sei lá quanto tempo. A gente vai movimentando a cena”, destaca Branco.

Serviço: Show "Soul Amazônia e os Tambores encantados"

Dia: 05/10/21

Hora: às 19h30

Local: Teatro Waldemar Henrique

Ingressos: R$ 20,00 (estudantes, professores, servidores públicos do estado e idosos acima de 60 anos pagam meia entrada)

Informações e ingressos antecipados: 91 98605 6172/ 98097 9999/ 11 96435 7308 *será indispensável a apresentação do cartão de vacinação para o covid19 para ingressar no evento.

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA