CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Secult lança Guia de Acessibilidade e Inclusão para Projetos Culturais no Pará

O documento conta com contribuições da sociedade civil, poder público e entidades ligadas às causas sociais

O Liberal
fonte

A Secretaria de Estado de Cultura (Secult) lançou, nesta terça-feira, 21, às 17h, no Teatro Estação Gasômetro, o documento "Guia de Acessibilidade, Inclusão e Protagonismo da Pessoa com Deficiência e do Migrante". O material reúne diretrizes destinadas a agentes culturais, gestores e todos os envolvidos no cenário cultural do Pará. Fruto de uma construção coletiva, o guia conta com contribuições da sociedade civil, poder público e entidades ligadas às causas sociais.

VEJA MAIS

image Secretária de Cultura lança Caderno de Educação Patrimonial nesta quinta-feira (29)
O lançamento dá inicio ao Programa 'Diálogos Sobre o Patrimônio', no Centro Cultural Palacete Faciola

image Secult divulga nota lamentando morte de compositor Paulo André Barata
Paulo André Barata faleceu após dez dias internado em hospital de Belém

image Secult lança portal com informações sobre os espaços do Estado
Tradicional evento anual, a programação terá edição virtual novamente em 2021

O objetivo do guia é garantir a inclusão e promover o protagonismo tanto das pessoas com deficiência quanto dos migrantes internacionais em projetos culturais, atividades artísticas, espaços públicos e demais iniciativas culturais. Disponível para download gratuito no site da Secult e na plataforma Mapa Cultural, o guia visa oferecer ferramentas essenciais para a integração da acessibilidade e inclusão em todos os aspectos da vida cultural, incentivando a participação ativa e criativa de todos os envolvidos.

Ursula Vidal, titular da Secult, destaca: "Nosso objetivo é fornecer ferramentas para que trabalhadores da cultura possam integrar acessibilidade e inclusão em seus projetos e espaços culturais, estimulando também esse artista, por meio da criação, da subjetividade, a incluir esse processo das diversidades em seu fazer criativo. É uma oportunidade de aprendizado para todos nós".

O guia foi elaborado conforme os critérios da Lei Paulo Gustavo (LPG) e da Política Nacional Aldir Blanc (PNAB) no Pará. Ao longo dos últimos dois meses, sete encontros foram realizados, reunindo professores, agentes públicos, ativistas de direitos e coletivos de artistas com deficiência, entre outros, para subsidiar o conteúdo do guia.

Gláfira Lôbo, assessora em gestão cultural que coordenou e mediou os encontros, ressalta a importância do guia para garantir que todos possam desfrutar autonomamente dos conteúdos culturais e das oportunidades. Ela enfatiza que o protagonismo foi dos artistas e produtores com deficiência na construção do material.

O acesso ao guia será facilitado, com diversas versões disponíveis gratuitamente. Além do PDF com audiodescrição compatível com leitores de tela em PCs e dispositivos móveis, que estará disponível para download no site da Secult e no Mapa Cultural, haverá versões em Braille, impressas em português e em PDF em espanhol.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Cultura
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA