Rapper paraense Kratos lança novo trabalho com fortes críticas sociais

O single ‘Me Desculpa’ abrange a realidade nua e crua das periferias

Thainá Dias

O rapper castanhalense Kratos mistura a sonoridade do trap com relevantes críticas sociais no novo trabalho. O single e o videoclipe de “Me Desculpa” chegaram às plataformas de música nesta sexta-feira (2). O lançamento tem produção executiva da Psica Gang e distribuição da Psica, através da Gramo Design Estratégico e da Warner Music Brasil.

Segundo o rapper, o maior intuito da música é ser uma reflexão para os jovens. “Muitas das vezes pessoas boas entram na vida do crime por falta de oportunidades, por se sentirem menosprezadas, e acabam vendo no crime uma forma de ‘vencer na vida’. Mas esse caminho não tem um final feliz. Trago o meu exemplo como uma pessoa que o racismo já tentou afetar, porém consegui me reerguer através da arte”, explicou.

Kratos conta ainda que se inspirou em experiências da própria trajetória na composição da música. “Nesse trabalho, eu abordo uma realidade cruel e infelizmente recorrente na vida de muitos jovens negros. Apesar de ser uma música que fala sobre afeto e amor, eu trago também uma reflexão de como a falta de oportunidades e o racismo estão presentes todos os dias em nossa vida e como toda essa situação afeta a nossa mente”, confessou.  

Com produção musical de Erick Di, “Me Desculpa” segue a sonoridade já explorada por Kratos no lançamento anterior, “Sem Apego”, que explora um lado mais melódico do artista. As imagens foram gravadas na cidade natal do rapper, Castanhal. “Tentei juntar tudo isso nesse trabalho e, ao mesmo tempo, falar de sensibilidade e afeto de um jovem negro perdido em buscas de respostas. Convido quem acompanha o meu trabalho a entrar nessa reflexão comigo”, concluiu o artista.

Kratos é natural de Castanhal, no Pará. Desde cedo, ouvia 2Pac, 50 Cent, Sabotage e Facção Central, mas foi com o “Sobrevivendo no Inferno” de Racionais MCs, que Kratos troca o sonho de ser jogador de futebol pelo rap. Aos 16, lança seu primeiro trabalho como MC. Hoje, aos 20, soma mais de 30 músicas lançadas, o EP “Tinha Que Ser Preto” e acumula milhares de visualizações nas plataformas digitais. O flow, a versatilidade e o apreço por batidas pesadas são características do rapper. 

Palavras-chave

Cultura
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA