Rafaeli Farias, de Breu Branco, é eleita Miss Pará Beleza Negra 2022

O resultado foi anunciado nesta quinta-feira, 17, no Teatro Estação Gasômetro

O Liberal

Natural do município Breu Branco, a estudante Rafaeli Farias, de 16 anos, foi eleita Miss Pará Beleza Negra 2022. O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira (17), no Teatro Estação Gasômetro, em Belém. Criado para a exaltar a beleza negra paraense, o concurso chegou a terceira edição, reunindo dez jovens finalistas de várias regiões do Pará. A data do evento fez referência ao Dia da Consciência Negra, que ocorre neste domingo, 20 de novembro.

Ao ser declarada vencedora, Rafaeli Farias afirmou que a “ficha ainda estava caindo” e agradeceu pela honra recebida. "Minha experiência com o concurso começou muito antes de chegar em Belém, quando comecei minha preparação vi que cresci e amadureci muito nesses meses de preparação. Agora, neste exato momento, não carrego só Breu Branco, mas o Pará inteiro comigo, então estou muito grata”, declarou.

O processo de etapas do concurso iniciou na quarta-feira (16), em Belém. As participantes, oriundas de cidades como Belém, Ananindeua, Marituba, Brasil Novo, Breu Branco e Parauapebas, foram confinadas em um hotel e passaram por diversas atividades, como palestras, passeios e ensaios fotográficos.Por fim, o desfile ocorreu no palco do Teatro Estação Gasômetro.

A coordenadora do concurso, Élida Ferreira, destacou que o evento é uma forma de combater o racismo. "Nessa noite de valorização da beleza da mulher negra, nós pudemos conhecer histórias de meninas que sofreram preconceito durante toda a vida, por conta da cor da sua pele, do seu cabelo, que cresceram se sentindo diferentes. O concurso cumpriu seu papel de dar voz a essas meninas, de mostrar que as negras tem a capacidade de fazer tudo que querem fazer, e vencer um concurso de miss é uma conquista muito grande", disse.

A coordenadora declarou ainda que o Miss Pará Beleza Negra já se consolidou como um dos principais concursos de beleza no Estado, e atrai jovens de todas as regiões.De acordo com Élida Ferreira, a ideia é que o Pará possa receber o Miss Brasil Beleza Negra no próximo ano, o que vai reunir candidatas de todo o País, em Belém.

"O objetivo do concurso não é militar, impor que as pessoas entendam sobre desigualdades raciais. Lógico, sabemos que existem essas desigualdades, mas a ideia maior é mostrar essas meninas, dar voz a essas meninas, para que possam tocar as pessoas, para que essas pessoas se enxerguem por meio delas", finaliza a promoter, que possui uma carreira ligada a realização de concurso de beleza para crianças, jovens e adolescentes no Pará.

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA