Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Princesa Diana traiu príncipe Charles primeiro, revela ex-segurança

Allan Peters soltou o verbo: 'A primeira pessoa que se desviou foi a princesa'

O Liberal

O Príncipe Charles, mesmo após se divorciar e passarem anos desde a morte da ex-mulher, a princesa Diana, ainda é culpado por muitos por tudo o que aconteceu na vida da mãe de William e Harry. Porém, um ex-oficial da segurança real apresentou uma versão diferente do que aconteceu.

Allan Peters revelou que Charles não voltou a ver Camilla romanticamente (eles se encontraram pela primeira vez por volta dos 20 anos) até descobrir que Diana estava tendo um caso com seu colega oficial de proteção, Barry Mannakee. Foi Peters quem informou Charles sobre o caso de sua esposa.

"A percepção popular é de que o príncipe de Gales estava se perdendo durante todo o casamento - e isso definitivamente não é o caso. A primeira pessoa que se desviou foi a princesa. Ele voltou para ver a sra. Parker depois que soube do caso dela com Mannakee", insistiu o ex-segurança.

Desconfiança

Em um novo documentário da CNN, Allan comentou sobre Diana: "Comecei a notar que seu comportamento era incomum sempre que estávamos perto de Mannakee, então decidi falar com ela sobre isso. Nos primeiros 20 minutos, ela negou categoricamente. Mas então ela me contou exatamente o que estava acontecendo: ela estava tendo algum tipo de relacionamento com Barry", afirmou ele.

Após isso acontecer, Peters contou que o príncipe Charles o questionou sobre o comportamento de Diana e que ele havia percebido que ela estava incomodada com a mudança de cargo de Mannakee e disse: "Se ela está tão chateada, Barry pode ficar".

"Nesse estágio, fui forçado a dizer: 'Bem, senhor, se ele ficar, então tenho que ir embora'. E, acho que nesse ponto a ficha caiu. Ele ficou totalmente chocado e claramente muito chateado", concluiu Allan.

Barry trabalhou com a segurança da princesa em 1985 e o caso deles teria começado durante uma expedição de pesca em Balmoral naquele ano. Em 1986, ele foi transferido de seu cargo real para o Esquadrão de Proteção Diplomática. No ano seguinte, Mannakee, com 39 anos, morreu em um misterioso acidente de viação.

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA