Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Coreógrafo paraense Rolon Ho, par de Jojo Todynho no 'Dança dos Famosos', fala sobre expectativa

Eles se apresentam neste domingo

Thainá Dias

O professor e coreógrafo paraense Rolon Ho estreia neste domingo (27), no "Dança dos Famosos" do "Domingão com Huck", da Rede Globo. Com 20 anos de experiência na dança de salão, ele foi escolhido pela emissora para participar como professor de uma das famosas, Jojo Todynho. A presença de Rolon Ho na telinha pegou muita gente de surpresa em Belém e em outros municípios do Pará e deixou os paraenses empolgados com a possibilidade de ver a música e dança paraenses nós holofotes. Apaixonado e grande divulgador do Brega, Rolon é conhecido nas redes pelos vídeos dando dicas de como dançar esse gênero musical que virou Patrimônio Imaterial Paraense ano passado e já lançou um documentário sobre o tema. Em entrevista exclusiva a O Liberal, ele falou sobre os detalhes da participação no quadro e do que pretende fazer para levar o Brega além das fronteiras paraenses.

O que passou na cabeça quando Luciano Huck anunciou seu nome para o Brasil inteiro?

"Antes de eu entrar naquele palco, tudo era muito novo, muito nervosismo. Então parei, concentrei, agradeci a Deus, lembrei dos meus filhos, lembrei da minha família, de tudo que é muito importante pra mim. Mas principalmente, lembrei de momentos que eu tive vontade de desistir e de algumas pessoas que me estenderam a mão. Então me senti muito vitorioso por estar ali.”

Qual a expectativa para participar do programa de dança mais assistido da televisão brasileira? Está confiante?

“Eu estou muito confiante, afinal, são mais de vinte anos de estudo e prática com a dança de salão. O povo paraense pode esperar que eu vou entregar tudo de mim, vou entregar o meu melhor para que a gente possa ir cada vez mais longe. Nessa edição infelizmente não terá brega, e se tivesse, eu não iria poder competir porque segundo a organização eu levaria uma certa vantagem pela experiência. Mas terá forró, eletrônico e muita coisa boa.”

Os paraenses podem esperar o brega no programa?

“Apesar de não ter nossa dança local, eu vou propagar nossa cultura como sempre venho fazendo em todos esses anos de carreira. A oportunidade que eu tiver para colocar todas as atrizes para dançar nosso ritmo, eu vou colocar. Eu vou sempre abrir espaço para esse ritmo maravilhoso”.

O que representa esse momento na história da dança no Pará? Principalmente, para vocês dançarinos.

“Eu sou o primeiro paraense a participar, então isso é de certa forma, histórico para a nossa cultura. Estou muito feliz pela valorização que eles deram ao meu trabalho, estou muito realizado”.

Qual mensagem você deixa para todos aqueles que vão te acompanhar e torcer por você?

“É muito importante isso que estamos vivendo, não só por ter um paraense, mas pelo fator “dança”. Você pode observar que tem gente ali de todos os tipos de corpo, então isso é importante. Para que as pessoas aprendam que todo mundo é capaz de dançar e ser feliz com a dança”.

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA