Música inédita de George Michael, 'This is How' é lançada quase três anos após sua morte; Ouça

Canção foi gravada em últimas sessões de estúdio antes do astro pop falecer

Reuters

Uma nova faixa gravada por George Michael em suas últimas sessões de estúdio antes de sua morte, em 2016, na qual o falecido ídolo pop britânico canta sobre mazelas sociais, foi lançada nesta quarta-feira.

Ouça "This Is How (We Want You To Get High)"

Seu primeiro material original desde 2012, aparecerá no final de "Last Christmas", filme festivo prestes a estrear que foi inspirado por canções da carreira solo do cantor e de seus dias no Wham!

Um dos artistas mais vendidos de todos os tempos, George Michael, que conquistou fama nos anos 1980 no duo Wham!, faleceu em casa no dia de Natal de 2016 com 53 anos. Um legista disse que ele morreu de causas naturais.

"A faixa inédita, que foi gravada durante as últimas sessões de estúdio de George, é seu primeiro material original a ser compartilhado em sete anos", disse um comunicado à imprensa.

"A letra, escrita exclusivamente por George, mostra o astro abordando as mazelas da sociedade com sua mistura característica de autodepreciação e humor seco".

Ao som de uma melodia cativante, os vocais inconfundíveis do cantor cantam frases como "Seu pai era um bêbado", "Meu pai era um maconheiro", "Sempre tentarei dar um jeito na minha vida" e "É assim que queremos que vocês se virem em suas vidinhas tristes".

O artista premiado com o Grammy, que teve vários problemas com a lei por causa de drogas, começou a trabalhar na canção em 2012, e ela foi finalizada no estúdio em 2015.

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA