Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Jaloo e Strobo lançam o álbum completo de 'Os Amantes'

A banda que dá nome ao disco é um projeto paralelo às carreiras solo que celebra o amor entre o sotaque rítmico e paisagens paraenses.

Redação Integrada

A banda recém-formada por Jaloo e Strobo, "Os Amantes", lança de forma completa o primeiro álbum com 10 músicas autorais nesta quinta-feira, 10, nas plataformas digitais. O lançamento é acompanhado do videoclipe da faixa "Cotijuba", disponível no canal do projeto no Youtube, a partir das 20 horas. Como prévias do álbum, Os Amantes já haviam apresentado anteriormente ao público os clipes de “Linda”, “Bye!” e “Batismo”, além do pop “Ninguém” que foi o primeiro single da parceria, lançado em 2019.

O disco reafirma a autenticidade das veias musicais de Jaloo e de Strobo, sempre com a pitada rítmica paraense, mesmo quando atuam em conjunto. O amor é o tema principal das letras de Os Amantes, que os músicos e produtores incrementam com diferentes estilos e facetas da música pop.

Jaloo, que saiu de Castanhal para se consolidar na cena cultura pop nacional contemporânea, engatou uma parceria musical sólida com o duo eletrônico formado pelos paraenses Arthur Kunz (bateria e programações) e Léo Chermont (guitarra), que há 10 anos desenvolvem música experimental. Os Amantes é o retrato dessa relação pop influenciada por narrativas pessoais e referências da MPB clássica.

“Quando começamos a criar (o álbum), ficou evidente que a gente não soava como ‘Jaloo’ ou ‘Strobo’, apesar de lembrar um pouco cada um de nós. Então eu falei: ‘gente, é um filho de nós 3!’, (risos)”, conta Jaloo. “Os Amantes é como um namoro: às vezes vem alguém que consegue extrair o nosso melhor. Assim como o Strobo, Jaloo também vive uma busca constante de sonoridade. Essa união traz leveza para nossa vida e pro nosso som”, completa Arthur Kunz.

“É um disco de histórias de amor em Belém e nas praias e lugares próximos”, resume Leo Chermont. As faixas inéditas de Os Amantes são “Colchão”, música dançante com influência rítmica baiana; “Presságio” salta da música para a poesia numa declamação sobre o amor; “Underê” é um single de carnaval, alegria e amor; “Penúltima” é única instrumental do projeto; e “Livre”, que Leo destaca como “a nossa música mais diferente, contemplativa de paisagem, que a gente quis abrir outra caminho de sonoridade, mais lenta”.

Videoclipe

“Cotijuba” é uma lambada, música brasileira tropical e brega raiz. “É uma ‘salada’ musical que mistura várias das nossas performances”, descreve Jaloo. O videoclipe do single, a exemplo dos clipes de outras faixas antecipadas ao público, também foi gravado no Pará. A locação escolhida foi a ilha de Cotijuba, em Belém, local descrito por Jaloo como “lugar extraordinário conhecido como ‘Ilha do Amor’”.

Segundo Jaloo, “Cotijuba” é a faixa que “carrega o orgulho de sermos do Pará”, como um “cartão de visitas que ilustra bem esse nosso orgulho paraense”.

“Não tinha outro lugar pra gravar esses clipes: Os Amantes bebe de muitas fontes da música paraense, mais do que Jaloo ou Strobo fazem em suas carreiras. Queremos mostrar o Pará”, destaca o cantor.

O disco dos “Os Amantes” faz parte do projeto que foi selecionado pelo edital Natura Musical por meio da lei estadual de incentivo à cultura do Pará (Semear), Fundação Cultual do Pará e Governo do Estado do Pará.

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MÚSICA

MAIS LIDAS EM CULTURA